Rodrigo Faraco: o que está em jogo para o Avaí na Copa do Brasil - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Análise01/03/2017 | 07h38Atualizada em 01/03/2017 | 07h38

Rodrigo Faraco: o que está em jogo para o Avaí na Copa do Brasil

Colunista da Hora fala sobre o Avaí contra o Luverdense

Rodrigo Faraco: o que está em jogo para o Avaí na Copa do Brasil Charles Guerra/Agencia RBS
Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

O Avaí entra em campo pela Copa do Brasil hoje pela segunda fase e valendo muita coisa. Primeiro, vale, numa análise simples, a vaga na terceira fase – o Avaí estaria entre os 20 sobreviventes. Segundo, numa análise financeira, vale mais R$ 680 mil nas contas do clube, que é a cota da terceira fase.

Numa visão esportiva, é manter o ótimo momento do time e do clube, que ainda vive o bom clima do acesso à Série A e a conquista recente do título do turno do Estadual. E ainda dá pra acrescentar neste pacote um possível confronto de dois jogos contra o Corinthians – com toda a renda e toda repercussão que um confronto como este pode ter, se os dois avançaram, é claro. Então já deu pra perceber que não vale pouca coisa.

Os perigos do jogo único

Juventude, Londrina, América-MG e até Figueirense e Coritiba – todos estes eram favoritos nos seus jogos nas duas primeiras fases da Copa do Brasil, mas todos caíram precocemente. E tudo isso em função de mau desempenho, mas também por causa da mudança de regulamento com os jogos únicos.

Por isso, mais uma vez, o técnico Claudinei Oliveira fez o alerta aos atletas do Avaí. É importante entender o caráter decisivo da partida e endurecer as divididas e o jogo. O Luverdense está bastante modificado em relação ao time do ano passado, mas é um adversário de muito respeito e que pode ser traiçoeiro na Ressacada.

Leia mais comentários de Rodrigo Faraco


 
Hora de Santa Catarina
Busca