Rodrigo Faraco: Avaí começou bem o returno - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 

Série A13/08/2017 | 19h32Atualizada em 13/08/2017 | 19h32

Rodrigo Faraco: Avaí começou bem o returno

Largar vencendo era o que o Leão precisava. Agora faltam oito vitórias em 18 jogos

Rodrigo Faraco: Avaí começou bem o returno Charles Guerra/Agencia RBS
Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

Foi um roteiro de tensão total, mas que teve final feliz para os avaianos. Um jogo louco contra o Vitória marcou o início da caminhada do Avaí no returno do Brasileirão. Três pontos importantíssimos e que vieram com muita luta e sofrimento. A história começou com o goleiro Douglas, que foi vilão e herói num espaço curto de tempo, com o pênalti que fez, numa entrada desnecessária, e como a defesa fantástica, com os pés, num lance em que o gol do adversário era praticamente certo. 

A tensão seguiu com um grito de raiva pelo pênalti não marcado no toque de mão do lateral esquerdo, Juninho. Aquilo não foi uma rebatida em lance de ataque. Aquilo foi um domínio de bola atrapalhado, com a mão dentro da área. O Avaí tinha e tem razão de reclamar. Mais uma vez contra o Vitória, como foi aquele escândalo sobre Júnior Dutra, na abertura do Brasileirão na Ressacada. Só que desta vez, a redenção veio em forma de um golaço, com a qualidade e a assinatura do mesmo Júnior Dutra. 

Talvez seja uma demonstração que os ventos estejam realmente virando de lado e, mesmo com muita coisa contra e com todas as dificuldades, comecem a soprar um pouco a favor. Largar o returno vencendo era o que o Leão precisava. Agora faltam oito vitórias em 18 jogos.

Leia mais comentários de Rodrigo Faraco

 
Hora de Santa Catarina
Busca