"Menino anjo" da Colômbia visita a Arena Condá - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 

Tragédia27/10/2017 | 14h12Atualizada em 27/10/2017 | 14h35

"Menino anjo" da Colômbia visita a Arena Condá

Johan Ramirez foi o primeiro a chegar no local onde caiu o avião da delegação da Chapecoense

Visitou a Arena Condá na manhã desta sexta-feira Johan Ramirez, que ficou conhecido como o “menino-anjo”, por ter sido a primeira pessoa a chegar no local onde ocorreu o acidente com a aeronave da Lamia, em novembro do ano passado, com a delegação da Chapecoense, na Colômbia.

Ele morava a menos de 500 metros do local do acidente e, com sua lanterna, ele orientou as equipes de resgate.

Jorhan veio para Chapecó a convite do coral Camerata Vocal da Colômbia, que participa do Festival Internacional de Corais em homenagem ao Centenário de Chapecó, que inicia hoje e vai até domingo. Ele disse que gostou muito de Chapecó e achou a Arena Condá bem bonita. 

- Sinto uma gratidão imensa a todos que tornaram possível conhecer essa cidade tão bonita e pisar no gramado da Chapecoense- destacou.

Ele lembrou que foi naquele gramado que as vítimas do acidente tiveram tantas alegrias e conquistas. E que o clube conseguiu se reconstruir.

Na Arena Condá ele também pôde rever alguns sobreviventes. Conversou com o jornalista Rafael Henzel e tirou foto com neto. Johan contou que plantou seis árvores em homenagem aos sobreviventes do acidente aéreo, onde 71 pessoas morreram.

- Queria que fosse árvores frutíferas, como manga, laranja e limão, param demonstrarem vida - disse.

Rafael Henzel brincou que só não queria ser o pé de limão.

Menino-anjo que foi o primeiro a chegar no acidente da Chapecoense, na Colômbia, plantou seis árvores em homenagem aos sobreviventes
Johan Ramirez plantou seis árvores em homenagem aos sobreviventesFoto: Johan Ramirez / Arquivo pessoal

O adolescente de 16 anos disse que lembra do acidente mas prefere pensar em coisas boas.

- É um momento que marca para toda a vida, um momento triste mas também de alegria porque todo o mundo se solidarizou com esta tragédia, essa tragédia uniu todo o país, essa a parte boa, a parte triste são as 71 vítimas- disse.

Na tarde desta sexta-feira Johan e seus compatriotas farão um roteiro por alguns pontos turísticos de Chapecó. O roteiro inicia no Centro de Cultura e Eventos e vai passar pelo Museu da Colonização, Museu da História e da Arte, monumento O Desbravador, praça Coronel Bertaso e o vale do Rio Uruguai, no Goio-Ên.

Ele fica em Chapecó até domingo, quando a Coral de Medellin retorna para a Colômbia. Ele deixou uma mensagem para os chapecoenses.

- A mensagem é de gratidão, que valorizem a vida, que desfrutem cada dia como se fosse o último - declarou.


 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCFalando de Sexo: preservativo é necessário na gravidez? https://t.co/kpybbLEG41há 1 horaRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCSimphonia de Natal acontece neste domingo em Floripa https://t.co/gb5gV0aCoRhá 2 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca