Ricardo dos Santos Pro Junior começa nesta sexta na Guarda do Embaú com três pratas da casa - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 GERAÇÃO PÓS-RICARDINHO12/10/2017 | 16h56Atualizada em 12/10/2017 | 17h09

Ricardo dos Santos Pro Junior começa nesta sexta na Guarda do Embaú com três pratas da casa

  Novidade no campeonato sul-americano é o Swell, atleta da Guarda que já nasceu com nome de surfista

Ricardo dos Santos Pro Junior começa nesta sexta na Guarda do Embaú com três pratas da casa Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Swell, de 15 anos, disputará numa competição internacional pela primeira vez Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

Menos de um ano após ganhar o título de única Reserva Mundial do Surfe no Brasil, a Guarda do Embaú recebe sua primeira competição internacional. Desde quarta-feira (11), o futuro do esporte na América do Sul começou a movimentar a pacata e paradisíaca comunidade de Palhoça, onde acontece de sexta a domingo (13 a 15) o Ricardo dos Santos Pro Junior, competição oficial da WSL que irá definir o campeão do continente até 18 anos e dará vaga para o mundial da Austrália, em janeiro.

São 51 meninos e 18 meninas do Brasil, Argentina, Peru e Chile. Entre eles, três atletas locais fazem parte geração pós Ricardinho e levarão para as ondas as lembranças da infância com o ídolo: Tainá Hinckel, Rafaela Coelho e a novidade: o Swell Henrique, atleta que já nasceu com nome de surfista.

— Swell é ondulação. Meu pai é surfista, minha mãe também. Eles estavam decidindo meu nome e deu no que deu. É diferenciado. Tem Maxswell, mas Swell eu não conheço nenhum outro! — brinca com o próprio nome o atleta de de 15 anos, que treinava na manhã chuvosa desta quinta-feira (12), véspera do torneio, dia de mar pequeno e água gelada.

Nascido e criado desde criança nas esquerdas da Guarda do Embaú, Swell Henrique da Silva é campeão sul-catarinense de surf e possui um 5º lugar no brasileiro amador de Ubatuba. O RDS Pro Junior será sua primeira competição internacional, justamente uma que leva o nome do ídolo.

— O Ricardinho me ajudou muito, me deu muitas dicas, e ele merece. É meu ídolo e de muita gente. É uma lembrança muito boa que eu vou ter desse campeonato.

No feminino, Tainá Hinckel, de 14 anos, é atual campeã sul-americana no Peru, onde dedicou o título ao Ricardinho . Em maio, ela competiu na etapa do CT em Saquarema (RJ) pela primeira vez, e no mês passado esteve nas finais do mundial da ISA no Japão. Depois desse tour, a surfista disputará um campeonato internacional do lado de casa.

— A galera diz que tem muitas vantagens pelo fato de ser em casa, mas eu não gosto de contar com isso. A gente treina aqui todos os dias e o mar sempre muda, a bancada também. Não dá pra contar com essa vantagem, mas é uma experiência boa pelo fato de toda a galera local estar torcendo pela gente, além de ficar em casa comendo a comida da mãe!

O trio se completa com a caçula Rafaela Coelho. Amigas inseparáveis, as duas meninas poderão se enfrentar nas ondas da Guarda. Rafa foi campeã brasileira sub-12 e do ranking Pena Little Monster no ano passado. Ela está hospedando em sua casa na Guarda as atletas Ariela de Andrade e Julia Martins, justamente suas adversárias na primeira bateria.

— Eu não imaginava que elas iriam cair na primeira bateria comigo. Vou tratá-las normal, lógico, mas dentro da água não conheço e não sou amiga!

 GUARDA DO EMBAÚ, SC, BRASIL, 12/10/2017: Mundial Pró Júnior na Guarda do Embaú. Na foto: Samuel Pupo.(Foto: CRISTIANO ESTRELA / DIÁRIO CATARINENSE)
Estrutura onde ficarão juízes e locutores; profissionais tiveram que atravessas o material de barquinho pelo Rio de MadreFoto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

RDS Pro Junior foi uma promoção dos amigos de Ricardinho

A competição que leva o nome de Ricardo dos Santos surgiu em uma iniciativa do campeão mundial Adriano de Souza, o Mineirinho, amigo pessoal do atleta, do técnico Leandro Dora, o segundo pai de Ricardinho, e do empresário Felipe Borges, que administrava a carreira do big rider. A única etapa sul-americana seletiva para a final do Mundial Pro Junior no Brasil foi criada em uma mesa de bar. E tudo por conta de uma saudade e uma vontade de manter viva a imagem de um amigo que se foi mais cedo do que deveria. 

Ricardinho foi assassinado em 2015 em frente à sua casa na Guarda do Embaú por um policial militar.  Luís Mota Brentano foi condenado a 22 anos de prisão pelo crime.   

 GUARDA DO EMBAÚ, SC, BRASIL, 12/10/2017: Mundial Pró Júnior na Guarda do Embaú. Na foto: Swell .(Foto: CRISTIANO ESTRELA / DIÁRIO CATARINENSE)
Swell treinando na manhã chuvosa e de mar pequeno desta quinta-feiera Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense
 GUARDA DO EMBAÚ, SC, BRASIL, 12/10/2017: Mundial Pró Júnior na Guarda do Embaú. Na foto: Swell .(Foto: CRISTIANO ESTRELA / DIÁRIO CATARINENSE)
Menino de 15 anos tem Ricardinho como um ídoloFoto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense


 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCBeldades do elenco e belas paisagens marcam festa de "O Outro Lado do Paraíso": https://t.co/68mtxaFA0k #HoraSC… https://t.co/Q7YDUyewXihá 7 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCRolê com #Edsoul: a Dona Luci completou um século de vida - https://t.co/VmTUQN0Ysy #HoraSC https://t.co/K5c4Nd11Bphá 7 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros