Kleina teme perder Canteros após lesão na estreia: "Ele é super importante" - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Chapecoense18/01/2018 | 06h41Atualizada em 18/01/2018 | 06h41

Kleina teme perder Canteros após lesão na estreia: "Ele é super importante"

Treinador espera resultados dos exames, nesta quinta-feira, para saber se conta com o meia

Kleina teme perder Canteros após lesão na estreia: "Ele é super importante" Sirli Freitas/Chapecoense
Kleina diz que gramado alto e duro pode ter causado a lesão Foto: Sirli Freitas / Chapecoense

Em coletiva após a vitória sobre o Concórdia, por 1 a 0, na estreia do Catarinense, o técnico da Chapecoense,  Gilson Kleina, mostrou preocupação com a lesão sofrida pelo meia Canteros. O jogador teve uma torção no joelho e vai passar por análise médica nesta quinta-feira para saber a gravidade.

– Ele é super importante, dentro da estrutura tática do time. Vamos ver o diagnóstico da lesão – falou o treinador da Chape.

Kleina criticou a falta de padronização dos gramados no Catarinense que, segundo ele, causaram as lesões tanto de Canteros quanto de outros dois jogadores do Concórdia ainda no primeiro tempo. O campo estava pesado e molhado devido à quantidade de chuva que caiu na semana no Oeste.

– Nós perdemos um dos melhores jogadores, se constatarem lesão, por gramado alto, duro. O Concórdia pode ter perdido outros dois. Tem que padronizar, tem que se preocupar com isso. Futebol não se faz só com jogadores e comissão técnica, é com toda infraestrutura.

Sobre o jogo truncado, Kleina disse que o time foi inteligente ao esperar o adversário e tentar roubar a bola.

– Pelo tempo curto de preparo, não tínhamos condições de colocar a linha de marcação. Tínhamos que jogar com inteligência. Fico feliz em levar os três pontos para Chapecó.

O técnico do Concórdia, Mauro Ovelha, não deu coletiva após o jogo.

Veja a tabela completa do Catarinense 2018

 
Hora de Santa Catarina
Busca