Técnico do Avaí deixa arquirrival de lado na briga pelo G-4: "O Figueirense não tem a ver conosco aqui" - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 

Série B13/06/2018 | 16h55Atualizada em 13/06/2018 | 16h55

Técnico do Avaí deixa arquirrival de lado na briga pelo G-4: "O Figueirense não tem a ver conosco aqui"

Geninho aponta que Leão precisa estar comprometido com objetivo de subir, e não de terminar na frente do adversário local

Técnico do Avaí deixa arquirrival de lado na briga pelo G-4: "O Figueirense não tem a ver conosco aqui" André Palma Ribeiro/Avaí FC
Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC
DC Esportes
DC Esportes

O Avaí perdeu uma posição na classificação da Série B do Campeonato Brasileiro com o início da 11ª rodada. A vitória sobre o Sampaio Corrêa na última terça-feira, colocou o Figueirense à frente. No entanto, conforme o técnico Geninho, a briga direta com o arquirrival precisa ser deixada de lado. Em entrevista coletiva, ele indicou que o objetivo da equipe é o acesso e não o terminar na frente do adversário da mesma cidade.

— Entre o grupo não comentamos nada, até porque o Figueirense não tem nada a ver conosco aqui dentro. Não somos Figueirense, não temos a ver com a situação. Temos nosso objetivo e vamos lutar por ele. Acho que o G-4 neste momento é bom para o torcedor, para o oba-oba da imprensa, mas não resolve nada. Só dá situação mais tranquila para trabalhar, te dá alguma gordura para o futuro. Nós jogamos pelo nosso. Vamos tentar fazer o resultado em Varginha para somar mais três pontos — disse o treinador, projetando o próximo compromisso.

Nesta sexta-feira, o Avaí estará no interior de Minas Gerais para o duelo contra o Boa Esporte. O confronto às 20h30min, no Estádio Municipal de Varginha, representa a oportunidade de voltar a ficar na frente do adversário se conquistar o triunfo. A vitória é meta, mas Geninho mira nela com o pensamento em outros efeitos.

- Se nos mantermos no G-4, melhor. O importante é somar para no final ter condição de terminar o campeonato entre os quatro. Para isso vai ser necessário fazer 64 ou 65 pontos. Estamos ainda muito longe. Então, não tem porque se preocupar com o vizinho. Foram apenas 10 jogos, que é muito pouco. A rivalidade é boa, mexe com o ânimo da cidade. Mas não podemos trazer isso para dentro. Tem que vir apenas na semana de clássico, e aí vir com força total. Deixa o Figueirense ganhar do lado de lá e eu ganhar do lado de cá que fica tudo bem — completou.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCPaixão Alvinegra: a última carroça vai passar no dia 24. https://t.co/RNdeI4HrAKhá 29 segundosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCPaixão Azurra: secador ligado no máximo contra o Londrina. https://t.co/87gLvxDinYhá 30 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca