Figueirense vai à CBF se manifestar pela arbitragem de jogo contra o Paysandu - Esportes - Hora de Santa Catarina

Vers?o mobile

 
 

Série B28/07/2018 | 14h20Atualizada em 28/07/2018 | 14h20

Figueirense vai à CBF se manifestar pela arbitragem de jogo contra o Paysandu

Diretor de futebol reclama de falta de bom senso, e Milton Cruz evita reclamar de Francisco Carlos do Nascimento

Figueirense vai à CBF se manifestar pela arbitragem de jogo contra o Paysandu Akira Onuma / Portal ORM/Portal ORM
Foto: Akira Onuma / Portal ORM / Portal ORM
DC Esportes
DC Esportes

O Figueirense ficou na bronca com a arbitragem da partida que terminou em derrota por 2 a 0 para o Paysandu, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Francisco Carlos do Nascimento expulsou dois jogadores – Gustavo Ferrareis e André Luis – quando a equipe alvinegra demonstrava reação após tomar um gol. Os cartões vermelhos foram discutidos pelo diretor de futebol Felipe Faro depois da partida na Curuzu. Ele informou que o clube fará uma representação na CBF com lances da partida. 

Conforme o cartola, que considerou a pior arbitragem em jogos do Figueira, a diretoria deve se reunir para discutir o assunto. No entanto, deixou claro que faltou bom senso ao homem do apito. 

— Foi um jogo tumultuado, principalmente pelo arbítrio. Desde o inicio, no primeiro lance, sofremos uma falta com o Henan, e ele mandou seguir. Depois, o Matheus Sales, no tornozelo, e ele mandou seguir, com menos de 5 minutos de jogo. Ali já víamos para onde ele iria pender em caso de dúvida. Depois, o Dionathã na cara do quarto árbitro, já tinha amarelo, e deu cotovelada no Ferrareis, não aconteceu nada. Após isso, o Ferrareis subiu para disputar a bola, e não tem como subir com a mão preso ao corpo, tem que se defender, até pelo equilíbrio. Subiu mais que o jogador, o braço pegou nele. Deu a expulsão. Aí deu o pênalti, expulsou o atleta deles aos 47, aí fica fácil. É uma pena que tenha esse episódio. Uma pena que não tenhamos o VAR aqui. Levantamos isso na final do Catarinense. Vimos na Copa como o VAR ajuda. O árbitro sem a tecnologia e uma visão equivocada, acabou complicando a partida que poderíamos empatar. Falta um pouco de cautela para as pessoas que comandam a arbitragem e os jogos ao botar um árbitro que é alagoano e esse resultado logicamente tem um impacto no CSA. Não acho que seja por isso que ele fez. Mas para preservar o árbitro e uma cautela de quem escala, deveria ter cuidado. Se ele foi inocentado no caso do apito, ótimo, mas por cautela não deveria ser exposto. Deveria ficar um tempo fora para abaixar a poeira. Acredito na inocência dele, o Ministério Público apontou isso. Mas repito que não tem nada a ver o fato de ser alagoano, mas por cautela deveria cuidar esse cuidado — disse Faro.

O técnico Milton Cruz evitou ao máximo falar da atuação do árbitro na entrevista coletiva de avaliação da partida. No entanto, por mais que tenha tentado não tocar no assunto, não conseguiu esconder a insatisfação.

- Eu joguei futebol e algumas coisas revoltam, uma faltinha aqui, um lance aqui e outro lá. Disse que apitaria igual para os dois lados. O Ferrareis não é um jogador maldoso, subiu e acabou expulso. Mas vamos levantar a cabeça, o campeonato é difícil. Vamos voltar, recuperar os jogadores para enfrentar o CRB e lutar pelo lugar que a gente quer. 

A abertura da última rodada do turno terá o Alvinegro em ação. Às 19h15min de terça-feira, o Figueirense vai enfrentar o CRB no Orlando Scarpelli.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais sobre o
Figueirense

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCAvaí e Chapecoense conhecem datas e horários das próximas rodadas do Brasileirão  https://t.co/BWUq9PvEuphá 2 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCFigueirense garante permanência de Hemerson Maria após proposta do exterior  https://t.co/ln9MADvCJohá 4 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca