UFC 227: Dillashaw bate Cody e Henry Cejudo destrona Demetrious Johnson - Esportes - Hora de Santa Catarina

Vers?o mobile

 
 

UFC05/08/2018 | 16h59Atualizada em 05/08/2018 | 17h02

UFC 227: Dillashaw bate Cody e Henry Cejudo destrona Demetrious Johnson

Dos seis brasileiros no card, cinco conquistaram vitórias importantes

UFC 227: Dillashaw bate Cody e Henry Cejudo destrona Demetrious Johnson Joe Scarnici/Getty Images/AFP
Foto: Joe Scarnici / Getty Images/AFP

O UFC 227, realizado neste sábado em Los Angeles (EUA), teve a confirmação do domínio de TJ Dillashaw entre os pesos-galos (61kg) e o início de uma história com a vitória de Henry Cejudo contra o até então dominante Demetrious Johnson, que ficou com o cinturão dos pesos-moscas (57kg).

Na luta principal, Dillashaw repetiu a boa atuação da primeira luta contra o ex-amigo Cody Garbrant e nocauteou o rival no primeiro round, aplicando uma série de socos após ser ameaçado. Dono do cinturão e com o bônus de performance da noite de 50 mil dólares, Dillashaw comentou:

— Não sei se essa coisa psicológica o atrapalhou. Acredito em questões técnicas. E acredito no meu trabalho. Nos meus treinos, em como fui bem. Eu tenho um grande técnico que fez um plano de luta para mim e isso fez a diferença. A minha confiança vem do treino pesado, do trabalho duro com minha equipe, do planejamento. Posso ser um lutador diferente a cada luta por causa da minha preparação — disse Dillashaw ao Combate.com.

Cejudo choca o mundo

Na penúltima luta, valendo o cinturão dos moscas, Henry Cejudo surpreendeu ao bater o campeão Demetrious Johnson, que defendeu por 11 vezes o título, por decisão dividia dos árbitros — vitória justa na minha visão. Medalha de ouro na Olimpíada de Pequim, em 2008, no wrestling, Cejudo botou Johnson algumas vezes com as costas no chão e mostrou uma grande melhora também na parte em pé, acertando bons golpes.

— Esse é o real testemunho de um azarão. Não pude planejar muito durante a luta. Eu queria isso, porque eu trabalhei para isso. Nasci aqui perto. Eu me tornei um cidadão (americano) há oito anos e consegui uma medalha de ouro (Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008), e agora bati uma lenda como o Demetrious. Isso é incrível — disse ao Combate.com. 

Cinco brasileiros venceram

O UFC 227 teve a presença de seis brasileiros, e cinco deles saíram com o braço levantado pelo árbitro. Apenas Polyana Viana foi derrotada por decisão unânime por JJ Aldrich no card principal, que ainda contou com a vitória de Thiago Marreta, que dominou Kevin Holland nos três rounds, e a finalização de Renato Moicano em cima do experiente Cub Swanson, após conseguir um knockdown aplicando um jab.

No card preliminar o Brasil teve 100% de aproveitamento. Sheymon Moraes se recuperou da derrota na estreia no UFC ao bater Matt Sayles por decisão unânime, assim como Ricardo Carcacinha, que emplacou o terceiro triunfo seguido. Pedro Munhoz, que vem crescendo e já pinta como um futuro desafiante ao cinturão, passou o carro sobre Brett Johns e venceu por decisão unânime.

Resultados do UFC 227

TJ Dillashaw venceu Cody Garbrandt por nocaute técnico aos 4m10s do primeiro round
Henry Cejudo venceu Demetrious Johnson por decisão dividida (48-47, 47-48 e 48-47)
Renato Moicano venceu Cub Swanson por finalização aos 4m15s do primeiro round
JJ Aldrich venceu Polyana Viana por decisão unânime (29-28, 29-28 e 29-27)
Thiago Marreta venceu Kevin Holland por decisão unânime (29-27, 29-27 e 29-26)

Card preliminar

Pedro Munhoz venceu Brett Johns por decisão unânime (30-26, 29-28 e 29-27)
Ricky Simon venceu Montel Jackson por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Ricardo Carcacinha venceu Kyung Ho Kang por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Sheymon Moraes venceu Matt Sayles por decisão unânime (triplo 29-28)
Alex Perez venceu José Torres por nocaute aos 3m46s do primeiro round
Weili Zhang venceu Danielle Taylor por decisão unânime (triplo 29-28)
Marlon Vera venceu Wuliji Buren por nocaute técnico aos 4m53s do segundo round

Leia também
Luta de Khabib Nurmagomedov e Conor McGregor será no UFC 229
Por decisão dividida, Thiago Tavares vence no PFL MMA 5
Vídeo: Natan Schulte quebra a banca ao finalizar ex-UFC e ficar em primeiro no PFL MMA

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCLeilão público de SC oferece veículos a partir de R$ 400 no lance inicial https://t.co/UoYH8x9wSDhá 19 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCOnze escolas estão fechadas por conta da greve dos servidores em Florianópolis https://t.co/wmAMCRIgdChá 19 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca