Jogo foi parelho até "chutaço de Quintero", lamenta técnico do Boca - Esportes - Hora de Santa Catarina

Vers?o mobile

 

Madri09/12/2018 | 22h25

Jogo foi parelho até "chutaço de Quintero", lamenta técnico do Boca

AFP
AFP

O técnico do Boca Juniors, Guillermo Barros Schelotto, afirmou neste domingo que o colombiano Juan Fernando Quintero desequilibrou uma "parelha" final de Libertadores a favor do River Plate, em jogo realizado em Madri devido aos incidentes violentos ocorridos na Argentina.

"A verdade é que foi uma final em que qualquer um dos dois poderiam ter vencido (...) O River ganhou uma partida muito parelha, na qual não houve diferenças ou, talvez, a diferença tenha sido o chutaço de Quintero", que deu a vitória aos Millionários na prorrogação, declarou o técnico do Boca em coletiva de imprensa após a derrota por 3 a 1 (5-3 no agregado) diante do arquirrival.

Embora o Boca tenha aberto o placar no fim do primeiro tempo com Darío Benedetto (44), o River virou a partida com gols de Lucas Pratto (68), Quintero (109) e Pity Martínez (120+1), numa prorrogação em que os Xeneizes terminaram com dois jogadores a menos em campo, depois da expulsão de Wilmar Barrios e da lesão de Fernando Gago.

A final ficou marcada pelo ataque de um grupo de torcedores organizados do River Plate ao ônibus do Boca Juniors antes da partida de volta, em 24 de novembro em Buenos Aires, que seria disputada no estádio Monumental. Os incidentes obrigaram a Conmebol a transferir a partida para Madri.

Apesar do recurso apresentado pelo Boca Juniors ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) para que não houvesse segundo jogo, Barros Schelotto não quis polemizar em relação ao vencedor da final.

"Em relação ao plano esportivo, a verdade é que para mim está terminado. No âmbito legal, seria bom que a Conmebol ou o futebol da América do Sul tomasse alguma medida, não em relação a quem ganhou a Copa (...), mas não pode acontecer isso do ônibus do rival ser atacado", analisou.

"Tomara que mudem essas coisas, mas, no esportivo, já está. O River ganhou", concluiu.

* AFP

 
Hora de Santa Catarina
Busca