Museu Cruz e Sousa realça beleza do Centro Histórico de Florianópolis - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 

Cortina do Tempo25/04/2014 | 15h49

Museu Cruz e Sousa realça beleza do Centro Histórico de Florianópolis

Espaço vai passar por restauro, mas permanecerá aberto para visitação

Museu Cruz e Sousa realça beleza do Centro Histórico de Florianópolis Montagem sobre foto de Betina Humeres e Acervo do Velho Bruxo/Agencia RBS
Foto: Montagem sobre foto de Betina Humeres e Acervo do Velho Bruxo / Agencia RBS

O poeta catarinense Cruz e Sousa dá nome a um dos prédios mais bonitos do Centro HistóriCo de Florianópolis: o prédio do Museu Histórico. Ali, na diagonal da Catedral Metropolitana e paralelo à Praça XV, fica o sobrado colonial cor de rosa, construído pelo brigadeiro José da Silva Paes, primeiro governador da capitania da Ilha de Santa Catarina. O prédio é o personagem da Cortina do Tempo deste final de semana.

Não há uma data exata da construção do prédio — os primeiros registros mostrando o prédio são de 1785. Ele serviu de sede do governo da antiga Província. Cerca de 50 anos mais tarde, em 1839, foram feitas as primeiras reformas no prédio, como serviços de pintura e carpintarias nas aberturas e acortinamento e aquisições de tapetes.

>> Conheça a página especial do Cortina do Tempo e veja o antes e depois de diferentes pontos turísticos de Florianópolis e São José
>> Leia todas as matérias do projeto Cortina do Tempo




A primeira grande restauração do prédio — que já foi branco — foi em 1977, mesmo ano da criação do Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC). Dois anos depois, em 1979, o espaço passa a se chamar Palácio Cruz e Sousa. Em 1984 é tombado pelo patrimônio histórico e passa por uma nova reforma em 2005.

Em 2007, o museu recebe os restos mortais de Cruz e Sousa e, em 2010, é inaugurado, no jardim do palácio, o memorial homenageando o poeta. Os restos mortais estão depositados em uma lápide na parede do espaço. Na última semana começou uma nova restauração do prédio histórico.

As paredes serão lavadas para em seguida receber restauro, pintura externa e instalação de elevadores. O prédio ficará aberto para visitação do público durante as obras.

Datas
:: 1770 ou 1780: época provável da construção do prédio que serviu de sede ao governo da Província
:: 1839: serviços de pintura, carpintarias nas aberturas e madeiramento do telhado, decoração da “sala de respeito”, acortinamento dos interiores e aquisições de tapetes
:: 1895/1898: reforma radical promovida por Hercílio Luz
:: 1905/1906: pintura externa, limpeza dos mármores das sacadas, reformas no telhado
:: 1961/1966: construção de um jardim e lago artificial nos fundos do Palácio, em terreno da antiga Escola Normal Catarinense
:: 1971/1975: substituição do telhado
:: 1977: é feita a primeira restauração e criado o Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC)
:: 1979: o prédio ganha o nome de Palácio Cruz e Sousa em homenagem ao poeta catarinense
:: 1984: o museu é tombado como patrimônio histórico de Santa Catarina e iniciam-se novas restaurações
:: 1986: o Palácio é reaberto após restaurações
:: 2005: o prédio sofre novos reparos e restaurações
:: 2007: o museu recebe os restos mortais de Cruz e Sousa 2010 – Inauguração do Memorial Cruz e Sousa homenageando o poeta no jardim

ENDEREÇO E CONTATO
Endereço:
O Museu Histórico de Santa Catarina fica junto à Praça XV de Novembro, Centro de Florianópolis
Visitação: das 10h às 18h de terça a sexta e das 10h às 16h aos sábados e domingos
Ingressos: máximo R$ 5. Aos domingos, a entrada é gratuita

O poeta
João da Cruz e Sousa nasceu em 24 de novembro de 1861. Foi um poeta brasileiro, alcunhado Dante Negro e Cisne Negro e um dos precursores do simbolismo no Brasil. Filho dos negros alforriados Guilherme da Cruz, mestre-pedreiro, e Carolina Eva da Conceição, João da Cruz desde pequeno recebeu a tutela e uma educação refinada de seu ex-senhor, o Marechal Guilherme Xavier de Sousa — de quem adotou o nome de família, Sousa.

Ele aprendeu francês, latim e grego, além de ter sido discípulo do alemão Fritz Müller, com quem aprendeu Matemática e Ciências Naturais. Em 1881, dirigiu o Jornal Tribuna Popular, no qual combateu a escravidão e o preconceito racial. Em 1883, foi recusado como promotor de Laguna por ser negro. Em 1885 lançou o primeiro livro, Tropos e Fantasias em parceria com Virgílio Várzea. Cinco anos depois foi para o Rio de Janeiro, onde trabalhou como arquivista na Estrada de Ferro Central do Brasil, colaborando também com o jornal Folha Popular.

Ele se casa com Gavita Gonçalves, também negra, com quem teve quatro filhos, todos mortos prematuramente por tuberculose. Cruz e Sousa também morre de tuberculose, em 1898.
fonte: Colégio Cruz e Souza

Participe do Cortina do Tempo
:: Envie uma foto antiga de cidades da Grande Florianópolis para o e-mail leitor@horasc.com.br
:: Você precisa colocar o assunto "Cortina do Tempo" no título do e-mail
:: Conte um pouco da sua história com esse lugar se você tiver alguma lembrança
:: É muito importante você mandar seu nome completo e telefone para contato
:: Também é preciso informar a cidade onde a foto foi tirada, nome do bairro, ponto de referência e o ano em que a foto foi feita.

HORA DE SANTA CATARINA

Notícias Relacionadas

Cortina do Tempo 19/04/2014 | 07h11

Lagoa da Conceição recebia postes de luz entre as décadas de 1960 e 1970 em Florianópolis

Estreito onde foi construída a ponte liga as duas margens da Lagoa

Futebol na memória 11/04/2014 | 20h12

Torcedor do Figueirense cruza a ponte Hercílio Luz para torcer em 1970

Cortina do Tempo deste final de semana é especial, resgatanto um pouco da história dos dois finalistas do Campeonato Catarinense

Cortina do Tempo 05/04/2014 | 08h06

Relembre como era a ponte Hercílio Luz em 1929, três anos após sua inauguração

Ligação entre o continente e a Ilha de Santa Catarina

Cortina do Tempo 29/03/2014 | 07h49

Rua Francisco Tolentino, em Florianópolis, na década de 1970

Cortina do Tempo mostra as mudanças em uma das principais vias de Florianópolis, porta de entrada da cidade antes do aterramento da Baía Norte

Cortina do Tempo 22/03/2014 | 06h52

Vista de Coqueiros para a Baía Sul, década de 1970

Cortina do Tempo mostra as transformações em Florianópolis através do olhar do fotógrafo Dylton do Vale Pereira

Releituras do tempo 18/03/2014 | 07h32

As transformações de mais de um século do Centro Histórico de São José

Cortina do Tempo mostra como as edificações foram utilizadas no passado e o que contam os moradores desta importante região da cidade

Devoção Religiosa 17/03/2014 | 07h08

As transformações de mais de um século do Centro Histórico de São José

Cortina do Tempo mostra como as edificações foram utilizadas no passado e o que contam os moradores desta importante região da cidade

História no Centro 15/03/2014 | 07h06

O passado e o presente do Theatro Adolfo Mello, em São José

Cortina do Tempo deste sábado mostra mudanças no cenário de 1920 do prédio histórico

História no Centro 08/03/2014 | 07h21

Foto registra construção do Terminal Rita Maria, em Florianópolis, em 1979

Cortina do Tempo deste sábado mostra registro da construção do terminal

Memória 06/03/2014 | 18h42

Você tem fotos antigas da cidade de São José? Ajude a Hora de Santa Catarina a dar parabéns para o município

Seção Cortina do Tempo terã edições especiais devido ao aniversário de São José

Outros ares 01/03/2014 | 10h39

Confira como era a Praça da Alfândega de Florianópolis na década de 1960

Antiga Alfândega foi inaugurada em 1876

Cortina do Tempo 22/02/2014 | 08h36

Confira como foi a reforma da Catedral Metropolitana de Florianópolis em 1918

Catedral começou como uma pequena capela em 1675

História 15/02/2014 | 07h21

Compare o Centro Histórico de Florianópolis de 1950 com o atual

Imagem mostra Rua Arcipreste Paiva e o cenário da década de 1950

Cartão-postal 08/02/2014 | 07h51

Avenida Beira-Mar Norte se modernizou ao longo das décadas em Florianópolis

Caminho obrigatório de quem chega na Ilha de Santa Catarina recebeu calçadão e ciclovia restaurados em 2010

Cortina do Tempo 02/02/2014 | 10h01

Frederico Rola: no lugar da água, a rua para os carros em Florianópolis

Veja a comparação da foto de 1973 e 2013

De frente para a história 29/01/2014 | 19h38

Mirante em Florianópolis será reinaugurado nesta sexta-feira

Local com vista para a ponte Hercílio Luz recebeu arborização, luminárias e câmeras de vigilância

Cortina do Tempo 20/01/2014 | 07h07

Compare o Mercado Público dos anos 1970 e dos dias atuais, em Florianópolis

Imagem antiga mostra o Mercado vista da Rua Francisco Tolentino

Cortina do Tempo 11/01/2014 | 07h05

Compare a Avenida Hercílio Luz dos anos 1920 e dos dias atuais, em Florianópolis

Imagem antiga mostra a construção do Canal do Rio da Bulha

Cortina do Tempo 04/01/2014 | 06h52

Veja como era a Rua Frederico Rola, em Florianópolis

Imagem é de 1973

História 26/12/2013 | 22h31

Cortina do Tempo: compare Florianópolis antiga com a atual através de fotografias

Projeto mostra fotos antigas e atuais feitas do mesmo ângulo

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCJustiça manda governo fazer reforma em escola de Florianópolis https://t.co/f8liM3hSekhá 48 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCPrefeitura de Florianópolis é premiada por criar aplicativo que ajuda alunos disléxicos https://t.co/gNg3kZSCIthá 1 horaRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca