Pílulas de Saber: uvas ajudam a diminuir os efeitos ruins de uma dieta gordurosa - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Cuide da saúde19/05/2016 | 07h39Atualizada em 19/05/2016 | 07h39

Pílulas de Saber: uvas ajudam a diminuir os efeitos ruins de uma dieta gordurosa

Carlos Tonussi traz as últimas descobertas na área da saúde

Pílulas de Saber: uvas ajudam a diminuir os efeitos ruins de uma dieta gordurosa Jonas Ramos/Agencia RBS
É uma delícia e muito saudável Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS
Carlos Rogério Tonussi
Carlos Rogério Tonussi

tonussi@farmaco.ufsc.br

Os polifenóis da uva ajudaram a diminuir algumas das consequências ruins para a saúde causada por uma dieta rica em gorduras saturadas, de acordo com dois estudos conduzidos na Universidade da Carolina do Norte, EUA, e publicado recentemente no Journal of Nutritional Biochemistry. 

No primeiro estudo, os pesquisadores descobriram que o consumo de uma dieta rica em manteiga de nata (33% de pura energia de gordura), enriquecida com 3% de uvas por 11 semanas resultou em menor porcentagem de gordura corporal total e redução de depósitos de gordura subcutânea. Esta redução na gordura corporal aconteceu juntamente com mudanças benéficas nos micróbios intestinais e na saúde. Por exemplo, o aumento de algumas espécies de bactérias benéficas e a diminuição de outras menos desejáveis. Além disso, aumentou a diversidade microbiana, e melhorou a função da barreira de proteção intestinal.

Polifenóis são melhores

No segundo estudo, que durou 16 semanas, os pesquisadores usaram uma dieta ainda mais rica de gordura (44% de energia de gordura) com vários tipos de gordura saturada, incluindo banha de porco, sebo bovino e manteiga de nata, semelhantes a algumas dietas de tipo ocidental. Eles investigaram os efeitos da dieta rica em gordura, enriquecida com extratos quer da fração polifenólica de uvas ou a porção sem polifenóis, bem como a dieta rica em gordura acompanhada de 5% de uvas in natura.

Confira o Espaço do Trabalhador no Facebook
Acompanhe as notícias da Grande Florianópolis
Leia todas as colunas Pílulas de Saber

Os resultados mostraram que a dieta rica em gordura combinada com polifenóis da uva reduziram a percentagem de gordura corporal, depósitos de gordura subcutânea e viscerais, marcadores de inflamação no fígado e nos depósitos de tecido adiposo, melhorando a tolerância à glicose e a função da barreira intestinal. Apesar de a dieta contendo 5% de uvas frescas não ter melhorado o perfil metabólico, neste segundo estudo, fez melhorar marcadores da saúde intestinal. Por exemplo, o aumento da diversidade microbiana e a redução das bactérias prejudiciais no trato intestinal.

País pesado

Recentemente, o Ministério da Saúde divulgou uma pesquisa revelando que quase metade da população brasileira está acima do peso. A obesidade está associada com inflamações que perturbam o metabolismo e podem levar à síndrome metabólica. Acredita-se que os micróbios do intestino tenham um papel no desenvolvimento da síndrome metabólica. Por exemplo, a obesidade está associada com a diminuição na diversidade microbiana e na funcionalidade da barreira intestinal. 

A barreira intestinal evita que bactérias que vivem no intestino consigam chegar na corrente sanguínea.Esses dois estudos sugerem que as uvas, e os polifenóis de uva, podem ajudar a compensar uma série de efeitos adversos do consumo de uma dieta rica em gordura, além de melhorar a saúde intestinal.

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCIvete Sangalo aparece de biquíni e mostra barrigão de grávida: https://t.co/T1STfJiviO #HoraSC #veveta https://t.co/fqQlZxrdX9há 52 segundosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCFalência da #Oi poderia comprometer serviços em mais de 2 mil cidades: https://t.co/aWYK8mZqV0 #HoraSC https://t.co/k2GHN3Bhenhá 21 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros