Após explosão, Obama diz que Estados Unidos jamais se renderão ao medo - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Terrorismo19/09/2016 | 15h11Atualizada em 19/09/2016 | 15h17

Após explosão, Obama diz que Estados Unidos jamais se renderão ao medo

De acordo com o presidente americano, coalizão internacional que atua contra o Estado Islâmico continuará a agir apesar de reiteradas ameaças

Agência Brasil
Agência Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta segunda-feira, após diversas bombas serem encontradas em Nova York e Nova Jersey, que o terrorismo "nunca nos derrotará" e que os norte-americanos "jamais se renderão ao medo".

— Estamos muito gratos que ninguém foi morto e rezamos por aqueles que foram feridos, desejando uma rápida recuperação — destacou Obama em pronunciamento em Nova York. — Eles estão tentando machucar pessoas inocentes, mas também estão tentando infiltrar o medo em todos nós. Todos temos um papel a cumprir como cidadãos, garantindo que não sucumbamos ao medo — acrescentou, sem citar o nome de qualquer grupo terrorista.

Leia mais
Suspeito por explosões em Nova Jersey e Nova York é detido, diz imprensa americana
FBI identifica suspeito de atentado que deixou 29 feridos em Manhattan
Autoridades detém cinco pessoas por bomba em Nova York, afirmam jornais

De acordo com o presidente dos EUA, o avanço da coalizão internacional que atua contra os jihadistas do Estado Islâmico na Síria e no Iraque enfraquece sua mensagem e continuará a agir, apesar de reiteradas ameaças. 

Uma bomba estourou no bairro de Chelsea, em Nova York, no último sábado, deixando ao menos 29 pessoas feridas. Desde então, diversas bombas caseiras foram encontradas nas imediações de Manhattan e em Nova Jersey.

Ainda no sábado, um homem armado com uma faca deixou oito feridos em um shopping no estado de Minnesota. O ataque foi reivindicado pelos jihadistas do Estado Islâmico.

Os episódios, que ainda não se sabe se estão ligados, fizeram com que as autoridades de Nova York ampliassem as medidas de segurança, especialmente diante da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), quando diversos líderes de todo o mundo visitam a cidade.

Leia as últimas notícias de Mundo

*Agência Brasil

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros