Presos de Jaraguá do Sul serão os únicos de SC que poderão votar no dia 2 de outubro - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

ELEIÇÕES 201622/09/2016 | 12h07Atualizada em 22/09/2016 | 12h07

Presos de Jaraguá do Sul serão os únicos de SC que poderão votar no dia 2 de outubro

54 detentos e quatro agentes penitenciários foram cadastrados no Presídio Regional da cidade

Presos de Jaraguá do Sul serão os únicos de SC que poderão votar no dia 2 de outubro Germano Rorato/Agencia RBS
Unidade de Jaraguá do Sul receberá uma urna na véspera das eleições Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

Jaraguá do Sul será a única cidade de Santa Catarina com seção eleitoral voltada à votação de presos no próximo dia 2 de outubro. O Presídio Regional da cidade receberá uma urna eletrônica na véspera das eleições. O equipamento registrará os votos de 54 detentos e de quatro agentes penitenciários cadastrados ainda em maio.

Agentes da unidade também vão cumprir o papel de mesários durante a votação. Conforme determinado por lei, o voto é um direito de quem não tem condenação definitiva ou está preso provisoriamente — situação em que se encontram os 54 internos cadastrados no Presídio Regional da cidade. Mas as seções eleitorais só podem ser instaladas nos estabelecimentos prisionais e nas unidades de internação com, no mínimo, 20 internos aptos a votar.

Se a instalação da seção não for possível, os eleitores habilitados devem ser informados sobre a impossibilidade de votar e, assim, justificar a ausência. Segundo o chefe de cartório em Jaraguá do Sul, Eduardo Leitis, uma série de exigências determinadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tiveram de ser cumpridas para que o presídio da cidade pudesse contar com uma urna nas eleições. O pedido partiu da juíza eleitoral Anna Finke Suszek. Cabe aos juízes eleitorais solicitar uma seção especial e adotar as medidas necessárias.

 —Uma série de providências têm de ser cumpridas para que seja possível garantir a votação. Não depende só da vontade do juiz. Como Jaraguá do Sul está passando pelo cadastro biométrico, não tínhamos como fazer o transporte dos presos até o cartório eleitoral. Mas, em contato com o Tribunal, conseguimos realizar um cadastro sem biometria — explica o chefe de cartório.

No dia da votação, a urna deverá ser colocada em uma área administrativa do presídio. Assim, se algum preso cadastrado em maio já estiver em liberdade, não haverá necessidade de voltar novamente para o ambiente das celas apenas para votar. A expectativa é de que todos os votos sejam registrados ainda no período da manhã.

Seções especiais por Estado

São Paulo 56
Espírito Santo 17
Bahia 6
Minas Gerais 5
Rio Grande do Sul 5
Acre 4
Pará 4
Pernambuco 4
Amazonas 2
Amapá 2
Ceará 2
Maranhão 2
Paraíba 2
Rondônia 2
Roraima 2
Mato Grosso do Sul 1
Paraná 1
Piauí 1
Santa Catarina 1
Sergipe 1 

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros