Previsão indica maré mais baixa nesta sexta-feira, mas Defesa Civil recomenda atenção - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Fenômeno16/09/2016 | 12h46Atualizada em 16/09/2016 | 16h08

Previsão indica maré mais baixa nesta sexta-feira, mas Defesa Civil recomenda atenção

Com redução da influência do ciclone que trouxe ressaca, maré será menos intensa e problemas de alagamentos não devem se repetir

Previsão indica maré mais baixa nesta sexta-feira, mas Defesa Civil recomenda atenção Cristiano Estrela/Agencia RBS
Sexta-feria amanheceu com alguns pontos ainda alagados em Florianópolis Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

Quem sofreu com a maré nesta quinta-feira pode ficar mais tranquilo nesta sexta-feira. A previsão indica que os níveis mais altos devem ser cerca de 60 centímetros mais baixos que ontem, e os alagamentos devem ficar restritos aos pontos mais baixos do litoral catarinense. A diferença entre os dois dias está no fato de o ciclone que trouxe ressaca ao Estado perdeu força e se afastou da costa. Dessa forma a maré está influenciada apenas pelos aspectos astronômicos da Lua em relação à Terra.

Entenda os motivos da maré alta desta quinta-feira

Leia mais sobre Estilo de Vida em SC

Ainda assim, o fenômeno merece atenção por volta das 14h30min desta sexta-feira, quando a maré alcançará o pico em algumas regiões do Estado. Segundo o gerente de monitoramento da Defesa Civil Estadual, Frederico Rudoff, apenas alguns pontos isolados podem apresentar alagamentos nesta sexta-feira, aqueles que comumente apresentam problemas.

— Em Florianópolis, podemos ter problemas na Rodovia Diomício Freitas e próximo ao Centro Sul, mas não tão intenso como ontem — explica Rudoff.

Ressaca faz o mar invadir a Avenida Atlântica em Balneário Camboriú

Moradores do sul da Ilha contabilizam estragos causados pela maré alta

Sobre Balneário Camboriú, Parque de Coqueiros em Florianópolis, Garopaba e Itajaí, a Defesa Civil não descarta alagamentos menores, mas ressalta que as chances são pequenas. O site da Defesa Civil mantém o alerta para os pontos mais baixos e próximos ao mar da Ilha de Santa Catarina, Balneário Camboriú, Barra Velha, Araranguá, Laguna, Itajaí, Joinville, Tijucas.

— Para as pessoas que estão nessa áreas a recomendação é prestar atenção até as 15h. Se nada ocorrer podem baixar os móveis e seguir na recuperação do espaço — indica Rudoff.

Segundo a Epagri, a previsão de alagamentos é quase nula e se ocorrer deve ser em menor intensidade que nesta quinta-feira. O afastamento em direção ao mar do ciclone que trouxe ventos fortes e ressaca para o litoral catarinense deixa a maré sem a influência atmosférica e apenas com a influência astronômica, que ocorre pela Lua. Como a lua está em fase cheia nesta semana, essa força é maior que o normal.

— Hoje não temos as mesmas condições atmosféricas de ressaca que tivemos nesta quinta-feira. Estamos apenas sob a influência astronômica, no caso da lua a cheia. De acordo com essa previsão não devemos ter os mesmos alagamentos e danos materiais — explica o meteorologista da Epagri Ciram Marcelo Martins.

Horários de picos de maré para SC nesta sexta-feira

Itapoá - 14h30
São Francisco do Sul -  14h45
Balneário Camboriú - 14h
Florianópolis -  14h15
Imbituba - 14h30
Laguna - 15h
Balneário Rincão - 15h30

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros