Setor de serviços cresce cerca de 18% em SC, aponta pesquisa - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

ECONOMIA 21/09/2016 | 11h33Atualizada em 21/09/2016 | 15h54

Setor de serviços cresce cerca de 18% em SC, aponta pesquisa

Pesquisa com base em 2014 mostra que área representou 25,6% da receita bruta em 2014

O total de riqueza gerado pelo setor de serviços em Santa Catarina cresceu 18,5% segundo estudo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados são da Pesquisa Anual de Serviços (PAS), feita pelo órgão com base nos anos anteriores. Os números divulgados na manhã desta quarta-feira fazem referência ao total gerado em 2014. Naquele ano, as empresas movimentaram R$ 55,9 bilhões no Estado

Vendas do varejo caem 0,3% em julho, revela IBGE
Produção industrial de SC volta a cair e acumula queda de 5,9% 

O estudo que auxilia o cálculo o Produto Interno Bruto (PIB) de Santa Catarina também busca compreender o comportamento do mercado formal sob a ótica da oferta de serviços não financeiros. Em 2014, foram 60,9 mil de pessoas empregadas no setor - o que representou R$ 10,7 bilhões em salários, retiradas e outras remunerações. Já em relação ao número de pessoas ocupadas, houve um aumento de 7%. O estudo mostrou ainda que o segmento concentrou 76.095 de empresas naquele ano.

Os dados de SC seguem crescendo em relação aos anos anteriores. Em 2013, o valor gerado pelas empresas foi de foi de R$ 47,2 bilhões - crescimento de 14% referente a 2012, quando os valores alcançaram R$ 41,8 bilhões. 

A análise mostrou ainda que o segmento que mais participou da receita no Estado foi o de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio - com 34,3%. Já os serviços ligados aos setores de informação e comunicação movimentaram 22,4% dos recursos. 

Ao relacionar os dados do ano anterior, o segmento que registrou maior crescimento em 2014 foi o de atividades imobiliárias - 36,1%. 

Entre as atividades, as de ensino continuado apresentaram crescimento de receita de 55,4%. Já os dados referentes aos segmentos culturais, recreativas e esportivas apresentaram um crescimento de pessoal de 23% em relação a 2013.

Com relação a participação no Estado, do setor representou 25,6% da receita bruta em 2014. No entanto, SC continua registrando o menor percentual na região Sul. De acordo com a pesquisa, no Paraná o setor representou 37,6% da renda. Já no Rio Grande do Sul, o índice chegou a 36,8% no ano base da pesquisa. 

Leia as últimas notícias do Diário Catarinense


 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros