Vice-presidente americano diz que reunião com Temer serviu para discutir "cooperação maior" - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Diplomacia22/09/2016 | 09h04Atualizada em 22/09/2016 | 09h04

Vice-presidente americano diz que reunião com Temer serviu para discutir "cooperação maior"

Joe Biden afirmou que conversou com o presidente brasileiro sobre a reforma da política energética e a modernização econômica no Brasil

Vice-presidente americano diz que reunião com Temer serviu para discutir "cooperação maior" STEPHANE DE SAKUTIN/AFP
ice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden  Foto: STEPHANE DE SAKUTIN / AFP
Agência Brasil
Agência Brasil

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou uma nota enaltecendo a reunião que teve na quarta-feira com o presidente Michel Temer, em Nova York. Segundo a nota, o encontro serviu para discutir "uma cooperação maior entre os Estados Unidos e o Brasil".

De acordo com Joe Biden, Temer tem o compromisso de "manter o papel do Brasil na liderança regional e global durante o recente período de mudança política no país". A nota diz que os dois líderes discutiram as perspectivas da reforma política energética brasileira e a modernização econômica. 

Leia mais
Naufrágio em barco com migrantes deixa 42 mortos no Egito
Governador declara emergência em Charlotte após novos confrontos
Presidente filipino mostra dedo médio para a União Europeia

Ainda conforme o documento, Temer e Biden se comprometeram a trabalhar juntos para promover a imigração legal e ordenada no Hemisfério Ocidental e aprofundar a cooperação na América Central e no Haiti. 

Os políticos se conheceram em 2012, quando dividiram a mesma mesa de recepção de posse do presidente do México, Enrique Peña Nieto, e concordaram — durante o encontro — em "trabalhar juntos para promover a boa governança, segurança e a prosperidade em todo o hemisfério".

Retorno de Temer

O presidente Temer esteve desde domingo em Nova York e embarcou ontem de volta ao Brasil. Ele chegou esta madrugada a Brasília. No âmbito da Organização das Nações Unidas (ONU), Temer fez uma palestra na Assembleia das Nações Unidas e entregou ao secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, o documento no qual o Brasil ratifica o Acordo de Paris sobre mudança do clima.

Com essa medida, o Brasil se compromete em manter o aumento da temperatura média global em menos de 2°C acima dos níveis pré-industriais e de limitar o aumento da temperatura a 1,5°C acima de tais níveis até 2100. 

Fora do âmbito da ONU, Temer teve um almoço com 250 empresários. Promovido pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos e pelo Conselho das Américas, a reunião buscou apresentar aos investidores americanos o novo plano de concessões de obras de infraestrutura em andamento no Brasil e as ações do governo brasileiro para dar garantias de investimento.


 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros