Mário Motta: escola responde queixa de falta de segurança nos Ingleses - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Resposta18/10/2016 | 07h15Atualizada em 18/10/2016 | 07h15

Mário Motta: escola responde queixa de falta de segurança nos Ingleses

Alerta veio de moradora de Canasvieiras no último sábado

Sobre o alerta enviado por uma moradora de Canasvieiras no último sábado, preocupada com a segurança dos alunos na E.B. Professora Herondina Medeiros Zeferin, no bairro Ingleses, recebo do professor Willian Marques Pauli , diretor da escola, um e-mail contundente em que garante que todas as ações reclamadas não têm fundamento. Publico a seguir os esclarecimentos recebidos:

Foto: Divulgação / Divulgação

"Caro Mário, sou diretor da Escola Básica Professora Herondina Medeiros Zeferino, dos Ingleses, que foi alvo da nota em sua coluna do último sábado. Posso garantir que as informações repassadas não são verdadeiras e isso pode ser verificado a qualquer momento na escola com os vigilantes, familiares e alunos. Pelo menos uma hora antes do início das aulas, o vigilante se posiciona na entrada da escola e abre o portão sempre que um aluno chega para aguardar o início das aulas, fechando-o novamente em seguida para evitar que algum aluno saia. E mesmo antes disso, quando o vigilante já se encontra na frente da escola, ele permite a entrada dos alunos. A foto publicada na matéria já mostra isso: o portão aberto e os alunos no pátio da escola. Destaco ainda que temos uma política de segurança com os alunos que poucas escolas públicas possuem. A escola possui cerca de 1.500 estudantes e uma hora antes do início das aulas o vigilante já fica próximo ao portão para abri-lo à chegada de qualquer aluno e evitar que os alunos que já entraram, saiam sem autorização. Depois de o aluno entrar, o vigilante só autoriza a saída dele mediante contato com a família e autorização da direção, equipe pedagógica e/ou secretaria da escola".

Portanto, tanto a "vovó" de Canasvieiras que registrou sua preocupação, quanto os demais pais e familiares de alunos da Escola Herondina, podem ficar tranquilos, pois se há algo com que todos se preocupam no estabelecimento, além das questões pedagógicas é com a segurança das crianças.

Confira as notícias do colunista Mário Motta
Curta a página do Espaço do Trabalhador no Face

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros