Morre em Florianópolis, aos 63 anos, o artista Paulo Gaiad - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Luto14/10/2016 | 23h17Atualizada em 14/10/2016 | 23h26

Morre em Florianópolis, aos 63 anos, o artista Paulo Gaiad

Um dos mais respeitados representantes da cena contemporânea de SC, ele estava internado no Hospital Baía Sul desde o fim de setembro

Morre em Florianópolis, aos 63 anos, o artista Paulo Gaiad Roberto Scola/Agencia RBS
Foto: Roberto Scola / Agencia RBS

Morreu no fim da tarde desta sexta-feira o artista plástico Paulo Gaiad. Ele tinha 63 anos e estava internado no Hospital Baía Sul, em Florianópolis. Gaiad era um dos mais conceituados artistas da cena contemporânea catarinense. Paulista, morava em Florianópolis desde o começo da década de 1980. Por anos, manteve um ateliê no bairro Campeche, no sul da Ilha. 

Respeitado dentro e fora do Brasil, Paulo Gaiad era um artista premiado. Destaque para prêmios como o do 47º Salão Paranaense do Museu de Arte de Curitiba (1990), do 1º Salão do Mar de Antonina (1991), Cultura Viva (1997), 6º Salão Victor Meirelles (1998) e do 5º Salão de Arte Graciosa, de Curitiba.

Nascido em Piracicaba, interior de São Paulo, ingressou na faculdade de arquitetura em Brasília, mas dois anos depois voltou para o Estado natal onde trabalhou no escritório de Vilanova Artigas (1915 – 1985), conhecido como pai da arquitetura teórica. 

Seu trabalho como artista correu em paralelo a outras atividades e até mesmo a tragédias familiares, como a morte da primeira filha, ainda bebê, e do incêndio que destruiu a casa onde morava no Campeche. 

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros