Florianópolis fecha quase 7 mil vagas no ano e segue com pior saldo de empregos no Estado - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Economia24/11/2016 | 19h53Atualizada em 24/11/2016 | 19h53

Florianópolis fecha quase 7 mil vagas no ano e segue com pior saldo de empregos no Estado

Cidade teve 6.981 mais demissões que admissões de janeiro a outubro de acordo com dados do Ministério do Trabalho

A Capital segue na liderança estadual com o pior saldo de empregos no acumulado de janeiro a outubro. Foram 6.981 demissões a mais que admissões nesse período. O número é três vezes maior que toda a perda registrada nos doze meses do ano passado, quando a cidade acumulou perda de 2.274 vagas. 

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, divulgados nesta quinta-feira pelo Ministério do Trabalho. São levados em conta apenas empregos com carteira assinada, 

SC registra saldo positivo de empregos pelo terceiro mês seguido

Somente em outubro, Florianópolis fechou 535 vagas. Com os trabalhos temporários, novembro e dezembro tendem a ter resultados bons, mas não se sabe se serão o suficiente para reverter os quase 7 mil postos perdidos no ano. 

Capital acumula perda de 7,4 mil empregos no ano, três vezes mais que o total registrado em 2015

Em SC, a perda acumulada no ano é de 5.254. O setor com pior desempenho é o comércio (-7.668), o que explica, em parte, o dado ruim da Capital, com economia bastante voltada para varejo e serviços.

Na direção oposta, Gaspar é, até agora, a cidade com melhor desempenho, com 1.309 mais admissões que demissões. 

 

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros