Mário Motta: Acesso ao setor de Ortopedia do Celso Ramos é precário em Florianópolis - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Dificuldade28/11/2016 | 08h32Atualizada em 28/11/2016 | 08h32

Mário Motta: Acesso ao setor de Ortopedia do Celso Ramos é precário em Florianópolis

Uma simples cobertura ajudaria no deslocamento de pacientes

Mário Motta: Acesso ao setor de Ortopedia do Celso Ramos é precário em Florianópolis José Luiz Fonseca/Arquivo Pessoal
Foto: José Luiz Fonseca / Arquivo Pessoal

Por incrível que pareça, esse é o "caminho" pelo qual devem passar as pessoas que se dirigem ao setor de Ortopedia do Hospital Celso Ramos em Florianópolis. Quase sempre são pessoas com gesso, bengalas, muletas, quando não em cadeiras de roda.

Vale lembrar que essa condição ainda pode ser pior se estiver chovendo. E a fila é formada ainda cedinho, antes das 7h. Segundo o leitor José Luiz Fonseca, uma simples cobertura já ajudaria muito os pacientes.

Fica o pedido.

Leia mais notícias sobre a Grande Florianópolis


 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros