Mortalidade infantil cai em Santa Catarina - Geral - Hora de Santa Catarina

Registro Civil 201524/11/2016 | 14h45Atualizada em 24/11/2016 | 14h45

Mortalidade infantil cai em Santa Catarina

Segundo o IBGE, morte infantil até 1 ano de idade teve queda de 3,24% em 2014 para 2,38% em 2015

Mortalidade infantil cai em Santa Catarina Maiara Bersch/Agencia RBS
Foto: Maiara Bersch / Agencia RBS

Enquanto o volume de óbitos registrados em Santa Catarina nos últimos 10 anos aumentou 25,7%, passando de 29.777 registros em 2005 para 37.425 em 2015, em razão, sobretudo, do envelhecimento populacional, a mortalidade infantil segue caindo. 

Os óbitos de crianças com até 1 ano de idade passaram de 3,24% do total de registros de óbitos em (2005), para 2,38% em (2015); na faixa até 5 anos, essa participação caiu de 3,82% para 2,74%. Os números são do estudo Estatísticas do Registro Civil 2015, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que foram divulgados nesta quinta-feira. 

O Registro Civil de 2000 mostrou que os óbitos de menores de 5 anos representavam 5,95% do total e a participação dos óbitos dos indivíduos que faleceram com 65 anos ou mais se elevou para 51,9%. Para os anos de 2010 e 2015, o estreitamento da base da pirâmide etária (redução dos nascimentos) e o alargamento do topo da pirâmide se acentuam consideravelmente, em razão do envelhecimento populacional. 

Assim, em 2015 os óbitos de menores de 5 anos representavam 2,74% do total, enquanto a participação dos óbitos de pessoas de 65 anos ou mais de idade chegou a 58,8%.

Leia mais
SC está entre os cinco Estados que mais registraram casamentos homoafetivos em 2015, diz IBGE

Mulheres catarinenses estão engravidando mais tarde, segundo IBGE

Santa Catarina tem a menor taxa de mortalidade infantil e a maior expectativa de vida do Brasil


 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros