Número de sócios da Chapecoense triplica após acidente com avião na Colômbia - Geral - Hora de Santa Catarina

Comoção01/12/2016 | 23h33Atualizada em 01/12/2016 | 23h37

Número de sócios da Chapecoense triplica após acidente com avião na Colômbia

Time, que tinha 9 mil sócios pagantes antes do acidente na Colômbia, agora já soma 30 mil novos pedidos de associação

Número de sócios da Chapecoense triplica após acidente com avião na Colômbia Nelson Almeida/AFP
Foto: Nelson Almeida / AFP

Em dois dias o número de sócios da Chapecoense triplicou. De acordo com o setor de marketing do time, até esta quinta-feira à noite, o clube já contabilizava 30 mil novos pedidos de associações. Até quarta-feira o clube já tinha recebido pelo menos 13 mil novos sócios. Antes da tragédia com o avião da Chape na Colômbia, na madrugada de terça-feira, o clube contava com 9 mil sócios pagantes. 

Como a Arena Condá, casa da Chapecoense, tem capacidade para apenas 19 mil pessoas, o clube decidiu criar diferentes modalidades de associação como, por exemplo, a de que o sócio não tem direito a entrada franca, mas sim desconto nos ingressos. Ao todo, estão disponíveis três novas formas de se tornar sócio. O valor da contribuição nesses moldes, segundo o marketing do time, varia entre R$ 20 e R$ 50. O pagamento pode ser feito com cartão de crédito. 

Nesta quarta-feira, quando o número de pedidos para ser sócio já estava em 13 mil, o agora presidente interino da Chape, Ivan Tozzo, relembrou momentos difíceis enfrentados pelo clube, como em 2005, quando ele quase deixou de existir. Tozzo disse ainda que até onde tinha registro, todos os pedidos para se tornar sócio-torcedor eram de fora de Chapecó.

Acompanhe:

Saiba todas as informações sobre o acidente com o avião da Chapecoense

Saiba como será o velório coletivo das vítimas em Chapecó, no Oeste de SC

Veja 10 perguntas e respostas sobre o acidente com o avião da Chapecoense

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros