Ingleses é bairro de Florianópolis mais procurado para compra de imóveis; Canasvieiras, para aluguel - Geral - Hora de Santa Catarina

Pesquisa 12/01/2017 | 07h45Atualizada em 12/01/2017 | 18h02

Ingleses é bairro de Florianópolis mais procurado para compra de imóveis; Canasvieiras, para aluguel

Confira a lista dos 10 bairros mais procurados e por que os moradores escolheram os campeões 

Ingleses é bairro de Florianópolis mais procurado para compra de imóveis; Canasvieiras, para aluguel Felipe Carneiro/Agencia RBS
Casal Karin e Cleomar decidiram alugar em Canasvieiras pela estrutura do bairro e fácil acesso ao Centro de Florianópolis Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

O norte da Ilha de Santa Catarina continua sendo a região preferida para quem mora ou quer morar em Florianópolis. Pelo menos é o que mostra a pesquisa Dados do Mercado Imobiliário de novembro da plataforma VivaReal: o bairro dos Ingleses é o mais procurado por quem deseja comprar um imóvel. Já Canasvieiras fica em primeiro quando se pensa em alugar uma casa ou apartamento.

Conforme os números da pesquisa, o preço médio do metro quadrado para aluguel em Florianópolis foi de R$ 20 em novembro de 2016, abaixo da média nacional segundo o índice DMI-VivaReal, que foi de R$ 23,59 para o período. Já o preço médio do metro quadrado para venda em Floripa atingiu R$ 5.140, maior valor nos últimos 12 meses. Considerando as ofertas de venda, Florianópolis é a sétima cidade com imóveis mais valorizados no País e está 5,5% acima da média nacional (R$ 4.870/m²). Confira:

Bairros mais procurados para aluguel

1º Canasvieiras
2º Ingleses do Rio Vermelho
3º Campeche
4º Centro
5º Jurerê Internacional
6º Trindade
7º Cachoeira do Bom Jesus
8º Itacorubi
9º Lagoa da Conceição
10º Estreito

Bairros mais procurados para compra

1º Ingleses do Rio Vermelho
2º Centro
3º Campeche
4º Jurerê Internacional
5º Itacorubi
6º Estreito
7º Lagoa da Conceição
8º Canasvieiras
9º São João do Rio Vermelho
10º Trindade

A reportagem da Hora foi atrás dos moradores para entender porque a preferência é por comprar no "Zinga" e alugar em "Canas". Para a designer Paula Carpeggiane, 38 anos, que comprou uma casa há um ano e meio nos Ingleses, o bairro é o mais completo fora da região central da Ilha. Gaúcha de Caxias do Sul, ela optou primeiro pela região porque a irmã já morava lá. Pagou R$ 300 mil na residência de três quartos, onde mora com o marido e mais três cachorros.

— Nós demoramos mais de um ano para encontrar. Isso porque a gente procurou um terreno com escritura pública. Não queria essas confusões de depois aparecer alguém dizendo que é o dono da terra — explica.

Paula destaca que embora o casal não tenha carro, raramente sai do bairro, a não ser quando precisa ir a alguma consulta médica no Centro ou na UPA de Canasvieiras. A principal reclamação é justamente pela falta de atenção à saúde nos Ingleses, um dos bairros mais populosos da cidade.

Paula demorou para encontrar um casa com escritura pública nos Ingleses Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

A segurança também é um fator negativo dos Ingleses, aponta o casal Cleomar e Karin da Silva. Esse foi um dos fatores que fizeram eles optarem por alugar em Canasvieiras.

— Aqui tudo é perto, o comércio, a praia. Tem fácil acesso ao Centro e outros bairros. O prédio onde a gente mora também é bem seguro — destaca Karin,  23 anos, que trabalha em uma loja de departamento no próprio bairro.

Já Cleomar, 31 anos, é funcionário de uma locadora de automóveis nos Ingleses. Mesmo assim, prefere ficar no bairro vizinho. Alugam um apartamento de dois dormitórios no centrinho por R$ 1.500 mais luz. O casal divide um quarto e a mãe do Cleomar dorme no outro. Contrato direto com o proprietário.

— As imobiliárias querem assaltar a gente e não alugar. Já teve quem me pedisse até sete aluguéis de caução e dois anos de contrato. Aqui fizemos um contrato de gaveta — diz o inquilino.

Procurar é uma coisa, fechar negócio é outra

O Sindicato dos Corretores de Imóveis de Santa Catarina concorda em partes com o ranking da pesquisa VivaReal. Conforme o diretor-presidente do Sindimóveis, Antonio Moser, o volume de negócios pode não seguir a mesma sequência.

— Uma coisa é a procura, outra é a realização de negócios, e também tem a ver com períodos. Pelo que a gente acompanha, Centro, Trindade e Estreito são campeões tanto em venda como em locações. Pantanal e Córrego Grande também têm um volume bom. As pessoas acabam ficando neles por causa do preço e da logística — explica Moser.

Para o presidente do Sindicato das Imobiliárias de Florianópolis e Tubarão (Secovi), Fernando Amorim Wilrich, a procura maior de imóveis para locação está nas praias talvez por influência do aluguel de temporada, já que hotéis e pousadas respondem por menos de 30% da forma de estadia em Florianópolis. Mesmo assim, concorda que o norte da Ilha é o mais visado.

— O bairro dos Ingleses é um centro dentro da cidade e tem o valor do metro quadrado mais acessível. Hoje, o norte da Ilha são bairros com vida própria durante o ano inteiro, não dependem mais da temporada para sobreviver. O sul da Ilha, por exemplo, ainda precisa de outras regiões fora da temporada — explica.

DMI- VivaReal

A pesquisa Dados do Mercado Imobiliário é um relatório do mercado imobiliário feito pelo VivaReal desde 2013. A plataforma digital VivaReal é uma ferramenta que conecta imobiliárias, incorporadoras e corretores com pessoas que procuram um imóvel. Tem mais de 4,5 milhões de anúncios para compra e locação em cerca de mil cidades brasileiras.

Confira as mudanças no financiamento de imóveis que passam a valer em julho do ano passado 

 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCHomem morre após ser baleado no bairro Coqueiros, em Florianópolis https://t.co/xByB9klWaIhá 2 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCEd Soul: falta de recursos torna disputa das escolas de samba acirrada em Florianópolis: https://t.co/gybZGOoxWa https://t.co/xBAbZnkBT4há 3 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros