Aproveite o sossego das paisagens da Vila da Glória, em São Francisco do Sul - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Roteiro17/02/2017 | 10h08

Aproveite o sossego das paisagens da Vila da Glória, em São Francisco do Sul

O lugar é ideal para quem quer curtir o dia numa boa sem se distanciar muito de Joinville

Aproveite o sossego das paisagens da Vila da Glória, em São Francisco do Sul Salmo Duarte/Agencia RBS
A praia Bonita é um dos atrativos da vila e é perfeita para quem gosta de contemplar o mar Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS
Gabriela Florêncio

gabriela.florencio@an.com.br

 

#verãoAN: use a hashtag #verãoAN no Instagram. Você pode ter sua foto publicada no jornal impresso e site.

A brisa fresca e o ar puro convidam a curtir um dia tranquilo na Vila da Glória, no distrito do Saí, em São Francisco do Sul. Para quem sai de Joinville, o caminho mais próximo é pegar o ferry boat na Vigorelli. De segunda a sábado a balsa funciona com horários de uma em uma hora – iniciando às 6 horas. Aos domingos, as viagens são contínuas.

A travessia dura em torno de 15 minutos e ali já é possível ter uma ideia da paisagem: de um lado, os pescadores jogam suas tarrafas e varas; do outro, a mata compõe junto ao mar um cenário encantador.



Já em terra firme, as riquezas naturais da vila transparecem. A avenida Lindolfo Freitas Ledoux, via que dá acesso ao local, é encravada na mata atlântica, colorindo o caminho de verde. O nome da rua traz o legado histórico da região, explorada inicialmente por franceses no século 19.

Calmaria dentro do quintal

Do início da via de acesso até a cachoeira Casarão são aproximadamente 21 quilômetros. O trajeto é feito em parte por asfalto e outra parte por estrada de chão. O trecho onde não há pavimentação exige muita prudência e atenção, porque há algumas pedras e buracos. Mas o banho no final do percurso compensa. O caminho pode ser feito de carro ou, para os mais aventureiros, de bike e até a pé.



Andre Backmeyer, proprietário do lugar, conta que o casarão foi construído em 1901 e passa de geração em geração.

— Eu nasci aqui, essa casa foi construída pelo meu avô que veio da Alemanha. E hoje somos nós que mantemos a propriedade — orgulha-se ele.

Atrás do casarão, a tranquilidade da cachoeira de 280 metros de extensão reluz. A entrada custa R$ 10 e é para ajudar na manutenção do local. Uma trilha leve e bem sinalizada de dez minutos garante o aquecimento para o mergulho. Não se esqueça de levar repelente.



O QUE
: cachoeira Casarão.
QUANDO: de segunda a segunda, das 8 às 20 horas.
ONDE: Estrada Saí, do SFS-425, São Francisco do Sul.
QUANTO: 10.

Natureza e história

A praia Bonita não leva este nome à toa. O acesso pode ser feito pela avenida Lindolfo Freitas Ledoux. A localidade é perfeita para quem gosta de sentar nas areias e contemplar o mar.



Para o pescador Arvelino Rafael de Souza, a tranquilidade da região durante a semana, é perfeita para pescar, principalmente o camarão. O sossego só é quebrado aos finais de semana, quando as famílias aproveitam o dia no local.

Ainda nas areias da praia, o lugar, conhecido popularmente como Ponta do Barracão, é perfeito para descansar embaixo de um sombreiro. O morador Alberto Biz conta que, além do descanso, o lugar proporciona uma visita ao passado.

— Acho que neste local era onde os franceses faziam as reuniões e decidiam os rumos da comunidade que se formou aqui — comenta o morador.



O Falanstério do Saí foi uma comunidade formada em 1841 por exploradores franceses. A intenção do grupo era construir uma comunidade experimental que trabalhasse coletivamente para o seu próprio sustento. Hoje, as ruínas deixam somente a lembrança da história.

Lugares para contemplar

Bem próximo à cachoeira está o trapiche da Vila. A aposentada Eli Kowalski, 59 anos, e os amigos apreciam a bela paisagem que o lugar proporciona. Hospedados na praia da Enseada, o grupo de Curitiba encanta-se com a vista.



Dali é possível enxergar os portos de Itapoá e de São Francisco do Sul, além de boa parte da baía da Babitonga.

— Nós gostamos muito de vir à Vila almoçar e curtir uma tranquilidade depois do almoço. É muito gostoso — argumenta Eli.



Do trapiche é possível ver a Capela Nossa Senhora da Glória, construída em 1855, um dos monumentos históricos de São Chico. A região rende ótimas fotografias. Por isso, manter a câmera em mãos é fundamental.

Para os bons de garfo

A região não deixa a desejar no quesito gastronomia. São muitas opções que cabem em todos os bolsos e gostos. Perto do acesso à balsa há diversos restaurantes na via gastronômica da Vila. Os locais para comer ainda se estendem por toda a avenida principal.



Próximo à Capela Nossa Senhora da Glória está o Pesque-pague Pesk Villa. Além da pescaria, o lugar oferece um prato diferente aos clientes. Para Maria Seidel Viana, proprietária, o hambúrguer de tilápia faz muito sucesso entre os clientes pela singularidade. A refeição é servida no prato composto por um filé do peixe com queijo, salada, pão e acompanhamentos.

O QUE: Pesk Villa pesque-pague
QUANDO: de segunda a segunda, das 9 às 23 horas.
ONDE: SFS-230, 8923 – Vila da Glória, São Francisco do Sul
QUANTO: os pratos variam de R$ 15 a R$ 60.
MAIS INFORMAÇÕES: (47) 3441-2166

A natureza é a matéria-prima



Na natureza, Barbara Will, artesã, busca os instrumentos necessários para as suas obras. Nas mãos dela, cascas de árvore, sementes, bambus e conchas viram representações de bichos, flores e paisagens. A senhora de 73 anos conta com a ajuda da filha e da neta para administrar e fabricar os produtos.

O negócio familiar tem a rica fauna da Vila da Glória como inspiração. Os trabalhos feitos à mão utilizam também materiais descartados no lixo, como CDs. Com 12 anos de existência, o lugar é parada obrigatória para quem quer levar do vilarejo um souvenir especial.


O QUE: Artes Will.
QUANDO: se segunda a segunda, das 8 às 20 horas.
ONDE: Avenida Lindolfo Freitas Ledoux, 5338-5438 - Vila da Glória, São Francisco do Sul
MAIS INFORMAÇÕES: (47) 99212-8038

MAIS EDIÇÕES

Saiba aproveitar o que a lagoa de Balneário Barra do Sul tem de melhor

Confira como é o passeio de barco pelas ilhas de Balneário Barra do Sul

Dicas para passeio na calmaria da Ilha do Grant, em Barra Velha

Conheça o Parque Natural Braço Esquerdo, um recanto escondido em Corupá


Como aproveitar os pesque-pague em Joinville, opção de lazer longe do mar

Como curtir São Francisco do Sul mesmo em dia de chuva

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Roteiro 27/01/2017 | 07h32

Confira como aproveitar os pesque-pague na área rural de Joinville, uma opção de lazer longe do mar

Pesque-pague no bairro Vila Nova é boa alternativa para quem quer curtir o final de semana com tranquilidade e saborear um peixe fresco

Roteiro 20/01/2017 | 07h31

Conheça o Parque Natural Braço Esquerdo, um recanto escondido em Corupá

Ele tem opções de diversão e práticas esportivas como escalada e rapel

Roteiro 13/01/2017 | 08h02

Confira como é o passeio de barco pelas ilhas de Balneário Barra do Sul

O passeio pelas ilhas dos Remédios, das Araras e Feia dura uma hora e 20 minutos e é uma das atrações do balneário. A atividade de lazer funciona todos os dias até o Carnaval

Roteiro 06/01/2017 | 09h31

Confira dicas para passeio na calmaria da Ilha do Grant, em Barra Velha

Águas calmas e sombreiros tornam o local perfeito para todas as idades

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCPapo da Hora: Unidade Básica de Saúde em Biguaçu promove Natal solidário. https://t.co/6wtYZoGWj1 https://t.co/BtuT3J36s1há 39 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCLaine Valgas: vai começar a 32ª Feira do Livro de Florianópolis. https://t.co/a0In5a2jrh https://t.co/KQpPoOAKcKhá 1 horaRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca