Calendário de saques de contas inativas do FGTS será anunciado no dia 14 de fevereiro - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Fique atento09/02/2017 | 18h36Atualizada em 09/02/2017 | 22h01

Calendário de saques de contas inativas do FGTS será anunciado no dia 14 de fevereiro

Os saques devem ser feitos até julho, conforme informou o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha

Calendário de saques de contas inativas do FGTS será anunciado no dia 14 de fevereiro Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato / Agencia RBS
Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

O governo federal vai divulgar na próxima terça-feira, dia 14, o calendário de saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O anúncio está previsto para ocorrer às 11 horas no Palácio do Planalto. Os 10,1 milhões de trabalhadores que possuem saldo em contas inativas do fundo poderão sacar os recursos a partir de março.

A retirada deve ser feita até julho, conforme informou o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. A Caixa vai criar um site para orientar os trabalhadores. Os correntistas do banco estatal poderão ter o dinheiro transferido direto para a conta.

Leia mais:
Como saber se você tem uma conta inativa no FGTS e consultar o saldo
Calendário para saques do FGTS divulgado nas redes sociais é falso, alerta Caixa
Governo vai mudar Minha Casa Minha Vida e ampliar uso do FGTS

De acordo com dados oficiais, há atualmente 18,6 milhões de contas inativas há mais de um ano, com saldo total de R$ 41 bilhões. A estimativa do governo é que 70% das pessoas com direito ao saque procurem a Caixa para ter acesso aos saldos das contas. Para os defensores da ideia, os saques não vão causar impacto significativo no saldo do FGTS, que é da ordem de R$ 380 bilhões.

Assim que foi divulgada essa medida, o setor da construção criticou a decisão de liberar o saldo total das contas inativas. A primeira ideia do governo era limitar entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil. Na última hora, o presidente Michel Temer foi convencido a não colocar limite para os saques com o argumento de que 86% dessas contas têm saldo inferior a R$ 880 (salário mínimo de 2016).

Com base em dados do FGTS e outros indicadores econômicos, o banco Santander estima que apenas 1,2% das contas inativas do FGTS - cerca de 100 mil cotistas - têm saldo superior a R$ 17,6 mil que, somados, respondem pela grande parcela de R$ 20 bilhões depositados. O montante é praticamente a metade de todo o saldo inativo do Fundo, que soma R$ 41,4 bilhões. Ao mesmo tempo, outros 94% dos cotistas têm saldo entre zero e R$ 3,5 mil.

 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCEstado deve formalizar resposta para convencer juiz a rever interdição no presídio de Joinville… https://t.co/uVnvMCMdYfhá 21 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCCorte de telefone afeta creches, escolas e repartições públicas da prefeitura de Florianópolis… https://t.co/R7BlXkDGpFhá 52 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros