"Não há uma negociação", diz governador de SC sobre pedido de bandidos em ataque a delegacias - Geral - Hora de Santa Catarina

Segurança09/02/2017 | 11h37Atualizada em 09/02/2017 | 22h31

"Não há uma negociação", diz governador de SC sobre pedido de bandidos em ataque a delegacias

DPs dos Ingleses e de Canasvieiras foram atingidas por disparos nas primeiras horas desta quinta-feira. Em faixas, criminosos pediram transferência de presos

"Não há uma negociação", diz governador de SC sobre pedido de bandidos em ataque a delegacias Betina Humeres / Agência RBS/Agência RBS
Fachada da delegacia nos Ingleses ficou marcada pelos disparos efetuados durante a madrugada Foto: Betina Humeres / Agência RBS / Agência RBS

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, afirmou que o Estado não irá negociar com os bandidos que, em faixas, pediram a transferência de presos durante ataque à delegacia de Canasvieiras, no Norte da Ilha, em Florianópolis, na madrugada desta quinta-feira. Colombo disse que, ao Estado, cabe manter a lei e a ordem e que é isso que será feito.

— O Estado tem que cumprir seu dever, de oferecer segurança à população e, na nossa missão, não há uma negociação. Há um dever de manter a lei e a ordem, e é esse o caminho que a gente sempre buscou e executou, e ele tem que ser cumprido — disse o governador.

Durante a madrugada, bandidos atiraram contra duas delegacias no Norte da Ilha, nos Ingleses e em Canasvieiras. Nesta, uma faixa foi deixada, com inscrições que pediam a transferência de detentos do sistema penitenciário do Estado para um presídio federal. 

Foto: Polícia Civil / Divulgação

Os prédios das delegacias foram atingidos por vários disparos. Nos Ingleses, eles atingiram a unidade, a garagem do local, uma viatura e a casa ao lado da delegacia. Já em Canasvieiras, os tiros ficaram marcados na fachada do local. Três policiais estavam dentro da delegacia na hora do atentado e, segundo eles, não houve tempo para reagir. Não havia ninguém preso.

Segundo o delegado Otávio Cesar Lima, responsável pela DP, não houve confronto no local. Nas buscas, a PM conseguiu prender dois suspeitos na região do Papaquara. Eles estavam com dinheiro, armas e celulares. Levados à delegacia, os dois  negaram participação no ataque e foram liberados. 

Em Canasvieiras, tiros atingiram vidraça. Polícia afirma que disparos foram efetuados com arma calibre .9mm Foto: Betina Humeres / Agência RBS


Foto: DC

Leia mais notícias:
Delegacia de Canasvieiras, em Florianópolis, é atingida por tiros
Homicídios crescem pelo terceiro ano consecutivo em Santa Catarina

* Diário Catarinense

 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCTriatleta tem equipamento furtado em Florianópolis dois dias antes do Ironman: "Fiquei só com a roupa do corpo":… https://t.co/7lxSMIIptChá 12 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCTriunfo em Chapecó inspira Avaí na busca pela primeira vitória no Brasileirão: https://t.co/xGkkNVeDuy https://t.co/lsmQQNSk8ehá 13 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros