Servidores em greve farão atos nesta quinta-feira em Florianópolis - Geral - Hora de Santa Catarina

Mobilização15/02/2017 | 15h15Atualizada em 15/02/2017 | 18h49

Servidores em greve farão atos nesta quinta-feira em Florianópolis

Trabalhadores da Comcap fazem assembleia para decidir se também cruzam os braços

Servidores em greve farão atos nesta quinta-feira em Florianópolis Leo Munhoz/Agencia RBS
Trabalhadores da Comcap fazem assembleia para decidir se também cruzam os braços Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

A greve dos servidores da prefeitura de Florianópolis vai completar um mês nesta quinta-feira, e o dia será de mobilização dos trabalhadores. Durante a manhã, funcionários da Comcap farão assembleia a partir das 7h, no Estreito, para decidir se também cruzam os braços. 

Pela manhã, o Sintrasem fará uma rodada de apresentações artísticas e atividades físicas na Praça Tancredo Neves, no Centro da cidade, tais como ioga, massagem, boi de mamão e oficinas de dança. Para a tarde, está programada mais uma assembleia da categoria.

Logo em seguida, está marcada uma manifestação "em favor das liberdades democráticas, da liberdade sindical e dos direitos dos trabalhadores". O ato deve contar com a presença de políticos de esquerda e líderes sindicais do interior do Estado. Também está prevista uma passeata pelas ruas centrais, assim como ocorreu nos dias 7 e 10 de fevereiro. O trajeto a ser seguido ainda não foi informado pelos dirigentes do sindicato.

Na tarde desta quarta-feira, Deonísio Linder, dirigente do sindicato dos trabalhadores do transportes da Grande Florianópolis (Sintraturb), negou que haverá uma paralisação no transporte coletivo nesta quinta-feira, mas disse que a categoria está descontente com a situação, pois muitos cobradores e motoristas estão sem acesso à saúde e os filhos não podem ir às escolas em função da greve. Em função disso, a categoria aprovou em assembleia uma paralisação, o que deve ocorrer na semana que vem, caso a greve liderada pelo Sintrasem continue. 

Negociações emperradas

Na terça-feira, os servidores municipais encaminharam uma Proposta de Lei Complementar (PLC) à prefeitura pedindo a revogação da lei que suspendeu o plano de carreira dos trabalhadores no mês passado. Na proposta, endereçada ao secretário da Casa Civil, Filipe Mello, o Sintrasem sugere alterações que "possam otimizar os recursos financeiros" e ao mesmo tempo, "restabelecer os direitos dos trabalhadores". Se aceita pela prefeitura, a proposta pode dar fim à greve de 29 dias.

Além da PLC, foi enviado um documento de apresentação, assinado pelos dirigentes do Sintrasem, que afirma que as planilhas com a previsão das finanças para 2017 contêm erros. Entre as imperfeições, os trabalhadores dizem que "quase todas as gratificações apresentadas pela prefeitura como incorporáveis ao vencimento, na verdade, são inerentes aos cargos e funções".

— Na planilha que nos apresentaram, mostrava que todas as gratificações dos trabalhadores iriam custar R$ 23 milhões para a cidade até o fim do ano. Isso está errado. O valor do salário do magistério, por exemplo, está nessa planilha como gratificação. 60% do pagamento do Plano de Saúde da Família também está nessa lista — afirmou o presidente do sindicato, Alex dos Santos.  

Por meio de nota, a assessoria do prefeito Gean Loureiro afirmou que o texto que chegou até a prefeitura "representa a revogação de tudo que já foi aprovado para trazer economia ao município". Além disso, "o documento pede o retorno de benefícios que o município não tem condições de arcar".

Leia também:

Servidores elaboram PLC que pede revogação da lei que suspendeu o plano de carreira em Florianópolis

Promotor do MP determina que Sintrasem e Prefeitura cheguem a um acordo em 48 horas

Júlia Pitthan: Gean recebe o apoio de entidades empresariais

Perdemos todos com a manutenção da greve em Florianópolis

"Se eu não fizesse seria cobrado por não ter tomado medidas imediatas", afirma Gean sobre suspensão do plano de carreira dos servidores

Justiça pedirá abertura de processo administrativo contra servidores de Florianópolis

Greve dos servidores municipais de Florianópolis entra no 29º dia nesta terça-feira

 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCRodrigo Faraco: Metropolitano é a grande decepção entre os rebaixados do Catarinense 2017: https://t.co/jdEUHwYIML https://t.co/w1uwUUMoBhhá 11 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCMárcio Goiano decreta "virada de página" no Figueira para a Série B: https://t.co/3ngsoJHQD8 https://t.co/30ODHzJRxkhá 12 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros