Clóvis Reis: "Especulação sobre Napoleão faz Blumenau ressurgir na geografia política do Estado" - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Opinião08/03/2017 | 07h01

Clóvis Reis: "Especulação sobre Napoleão faz Blumenau ressurgir na geografia política do Estado"

O prefeito Napoleão Bernardes (PSDB) ainda não é candidato a governador, mas a mera especulação sobre a participação dele no processo sucessório foi suficiente para que Blumenau ressurgisse na geografia política do Estado. Desde a década de 1990, o município assume uma condição de coadjuvante na eleição majoritária, papel ameaçado com o recente cortejo de PSD e PMDB para que o prefeito se envolva na composição de uma aliança eleitoral. Entre os nomes disponíveis no PSDB, Napoleão significa um sopro de renovação num quadro que se desgasta com a atuação de velhas lideranças. Ninguém do partido traduz melhor do que ele a promessa de uma novidade nas urnas, apelo crescente do eleitorado num momento de crise política nacional. Jovem, simpático, articulado e bom de voto, o prefeito tem consciência dos desafios que se apresentam no futuro próximo e a eles responde com o habitual entusiasmo, perspectiva que de alguma forma contribui para que se eleve a autoestima de uma região que há anos se debate com a perda de espaço no mapa de Santa Catarina.

***

Hoje o prefeito Napoleão Bernardes tem audiência em três ministérios (Defesa Civil, Aviação e Esporte). Amanhã participa do ato em que o presidente Michel Temer (PMDB) sanciona a lei que declara Blumenau a Capital Nacional da Cerveja. No sábado o prefeito profere palestra em Palmas (TO) a convite da Federação das Indústrias e da Agricultura, Fecomércio e Sebrae no seminário “Um mundo em transformação”.

Setores do governo acompanham com atenção a disputa que movimenta o PP na ocupação de espaços na prefeitura de Blumenau. Os suplentes de vereador sinalizam uma debandada em massa, caso os representantes do partido não respeitem os critérios para as nomeações acordados durante o processo sucessório. O presidente Roni Wan Dall ameaça largar a coordenação política se os dois vereadores da legenda não se entenderem.

***

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Blumenau recomendou aos vereadores que apresentem na forma de anteprojeto ou de indicação ao Executivo as propostas que eles habitualmente encaminham com a estrutura de projetos de lei. A medida diminuiria o número de proposições inconstitucionais que monopolizam as sessões da CCJ. Na reunião de ontem não foi diferente, mantendo-se a média histórica de matérias que carecem de amparo na Constituição.

***

Prefeitos, vereadores, lideranças empresariais e comunitárias participam sexta-feira da reunião que as ADRs de Blumenau e Timbó promovem sobre a criação da região metropolitana. O superintendente da região metropolitana de Florianópolis, Cássio Taniguchi (DEM), falará sobre os benefícios da integração. O secretário executivo da ADR Blumenau, Emerson Antunes (PSC), espera que a discussão facilite a adoção de soluções conjuntas para o transporte coletivo e o turismo.

 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCMário Motta: mudem as placas ou fiscalizem o estacionamento em local proibido no Tilag https://t.co/I42hcOuyiv… https://t.co/N804vXv7XKhá 2 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCDesemprego recua para 13% e atinge 13,5 milhões de brasileiros no segundo trimestre: https://t.co/X6kQZzXpj2… https://t.co/gvapvNTq9Hhá 16 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros