Dia Internacional da Mulher mobiliza atos em Florianópolis e em outras dez cidades de Santa Catarina - Geral - Hora de Santa Catarina

8 de março07/03/2017 | 18h05Atualizada em 07/03/2017 | 18h05

Dia Internacional da Mulher mobiliza atos em Florianópolis e em outras dez cidades de Santa Catarina

Na Capital, por exemplo, a programação prevê para às 12h30min um apitaço, além de um ato contra a reforma da previdência a partir das 13h 

Diário Catarinense
Diário Catarinense

Além de atividades culturais promovidas durante a semana, o Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta quarta-feira, dia 8, terá uma programação envolvendo atos e manifestações em, pelo menos, dez cidades de Santa Catarina, entre elas Florianópolis, Joinville, Blumenau, Itajaí, Chapecó, Rio do Sul, São Miguel do Oeste, Lages, Fraiburgo e Jaraguá do Sul. Organizados em sua maioria pelo 8M Brasil SC, os horários e locais onde deverão ocorrer os atos estão disponibilizados também na página do Facebook do movimento.

Em Florianópolis, os eventos da programação começam cedo, às 6h30min, com a entrega de folhetos e fitas em frente ao Ticen, no Centro da cidade, e segue até o fim da tarde, quando, às 18h, haverá a concentração para a chamada marcha das mulheres. A saída deve ocorrer por volta das 19h, também em frente ao Ticen. Ao longo dia, devem ocorrer ainda um grande "apitaço" e, em seguida, um ato contra a reforma da previdência, em frente ao INSS, na Rua Felipe Schmidt, no Centro.

No cartaz confeccionado para difundir a programação durante o dia, o 8M destaca os motivos pelos quais as mulheres irão parar no dia 8. Entre os tópicos está a violência, discriminação no ambiente de trabalho e também racial. Além disso, o movimento cita ainda a luta pelo direito à livre expressão da sexualidade e identidades de gênero.

Além das manifestações, há também a chamada para adesão da greve internacional das mulheres, que prevê a paralisação feminina ao longo da quarta-feira. Em Florianópolis, por exemplo, a secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades da Universidade Federal, a UFSC, já antecipou que o setor vai se solidarizar ao movimento, suspendendo as atividades. As universitárias também foram convidadas para participar da greve e a instituição oferecerá outras atividades ao longo do dia em alusão ao dia

Em cidades como Tubarão, no Sul do Estado, por exemplo, o sindicato dos comerciários vai apoiar, a partir das 14h, diversos atos no Centro da cidade, entre eles um ato com a Reforma da Previdência. Já em Blumenau, no Vale do Itajaí, o Sintraseb, sindicato que representa os trabalhadores municipais, vai liderar um ato público na praça em frente ao Teatro Carlos Gomes, no centro da cidade, a partir das 16h.

Atividades organizadas pela 8M na Capital

> 6h30 às 9h - Panfletagem e entrega de fitas lilás e apitos em frente ao Ticen-
> 9h às 18h - Tenda do 8M Brasil SC no Largo da Alfândega com tribuna livre para as mulheres, debates, exibição de vídeos, atividades artísticas e atendimento com profissionais da saúde e direito
> 12h30 - Apitaço mundial das mulheres
> 13h - Concentração e ato com a reforma previdenciária em frente ao INSS, na Rua Felipe Schimidt
> 17h - Assembleia de mulheres para leitura e aprovação do Manifesto 8M Brasil SC
> 18h - Concentração em frente ao Ticen para a Marcha das Mulheres. Saída prevista para às 19h

Foto: Reprodução / 8M Brasil SC


 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCTriatleta tem equipamento furtado em Florianópolis dois dias antes do Ironman: "Fiquei só com a roupa do corpo":… https://t.co/7lxSMIIptChá 8 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCTriunfo em Chapecó inspira Avaí na busca pela primeira vitória no Brasileirão: https://t.co/xGkkNVeDuy https://t.co/lsmQQNSk8ehá 9 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros