Empresa que transportava estudantes universitários está irregular, segundo Deter - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Acidente em Ipuaçu03/03/2017 | 20h32Atualizada em 03/03/2017 | 21h38

Empresa que transportava estudantes universitários está irregular, segundo Deter

Fiscal diz que Bampi Tu não tinha apólice de seguro para os passageiros e está com o certificado de vistoria vencido

Empresa que transportava estudantes universitários está irregular, segundo Deter Darci de Bona/Agência RBS
Foto: Darci de Bona / Agência RBS
darci debona

A empresa Bampi Tur, que transportava universitários de Xanxerê para São Domingos e se envolveu em um acidente com um Golf na noite de quinta-feira, na SC-480, em Ipuaçu, estava com problemas na documentação, segundo fiscais do Departamento de Transportes e Terminais (Deter), que fiscaliza os transportes intermunicipais. Os proprietários das empresas podem sofrer sanções administrativas e penais.

– A empresa estava irregular pois não tinha apólice de seguro e apresentava outros documentos vencidos – afirmou o fiscal e presidente da comissão de Política Estadual de Transportes de Santa Catarina, Luís Carlos Faísca.

Faísca explica que a apólice de seguros é uma garantia para os usuários e familiares em caso de acidente. Além disso, a empresa está com o Certificado de Vistoria vencido, documento que atesta a qualidade mecânica do veículo.

De acordo com Faísca, a empresa já havia sido autuada por outra irregularidade no transporte de passageiros para uma agroindústria em Xaxim.

– Infelizmente, essa prática é comum – diz o fiscal. 

Em três dias de fiscalização na região, as equipes do Deter já aplicaram mais de 30 autuações, uma delas com ônibus com 27 anos, quando o recomendável é de, no máximo, 15 anos, segundo o subtenente e comandante do posto da Policia Militar Rodoviária Estadual em Bom Jesus, Jorge Luís Kessler.

Kessler ainda vai analisar o tacógrafo do ônibus, que foi danificado no acidente, para avaliar a velocidade do veículo. Também será periciado o Golf, para tentar descobrir o que provocou o acidente. A lama na pista foi algo que contribuiu para a colisão, segundo o policial.

– Com certeza a chuva forte e a lama contribuíram, mas pode haver outros fatores, como velocidade – disse Kessler.

Multas por irregularidades são de baixo valor

Faísca diz que há um projeto tramitando há dois anos na Assembleia Legislativa, de número 0358.6/2015, que prevê aumento de multas para irregularidades no transporte. A multa por não ter apólice de seguro é de R$ 31,92, por exemplo.

A reportagem tentou contato com a empresa Bampi Tur, em São Domingos, mas a funcionária que atendeu informou que os proprietários tinham ido nos velórios e tinham deixado os celulares na empresa. Sugeriu ligar mais tarde, mas posteriormente ninguém atendeu.

Leia também:

Identificadas as quatro vítimas de acidente em Ipuaçu, no Oeste de SC

Colisão com ônibus de estudantes universitários mata quatro pessoas em Ipuaçu, no Oeste de SC

Saiba o nome das vítimas que morreram no acidente com o ônibus de universitários no Oeste

Projetos apresentados em 2015 e 2016 dão o tom da pauta governista na Alesc
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCFalta de sincronia dos sinais complica o trânsito da manhã em Florianópolis https://t.co/MPqqRDg95W #HoraSC… https://t.co/rLEOsMrwNThá 7 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCAlta temporada terá viagens adicionais de Santa Catarina para outros quatro Estados https://t.co/RUYffVtumN #HoraSC… https://t.co/t6ti8JEYQQhá 27 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros