Pílulas de Saber: gel de curcumina é eficaz no tratamento de queimaduras - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Pesquisa27/03/2017 | 11h02Atualizada em 27/03/2017 | 11h18

Pílulas de Saber: gel de curcumina é eficaz no tratamento de queimaduras

Estudo testou uso em queimaduras para reduzir a gravidade da lesão, diminuir a dor e a inflamação, e melhorar a cicatrização

Carlos Rogério Tonussi
Carlos Rogério Tonussi

tonussi@farmaco.ufsc.br

Em um estudo publicado na revista científica BioDiscovery, a dra. Madalene Heng, professora da Escola de Medicina David Geffen, Universidade da Califórnia em Los Angeles, EUA, afirma que o uso de gel de curcumina tópico para o tratamento de lesões de pele, como queimaduras, é muito melhor e mais eficaz do que se a substância for administrada na forma de comprimidos por via oral. "O gel de curcumina parece funcionar muito melhor quando usado na pele porque a preparação do gel permite que a curcumina penetre na pele", explica Heng. Neste estudo, o gel de curcumina foi usado em queimaduras para reduzir a gravidade da lesão, diminuir a dor e inflamação, e melhorar a cicatrização deixando menos cicatrizes. 

Tratamento de cinco dias de aplicação do gel em queimadura, e o resultado após seis semanas Foto: Madalene Heng / Divulgação

Tempero poderoso

A curcumina é um ingrediente encontrado no açafrão comum. A cúrcuma tem sido usada como um tempero durante séculos em muitos países orientais. Está presente no curry, por exemplo, que tem a sua cor típica de amarelo-ouro.O valor medicinal da curcumina tem sido muito estudado em diferentes problemas de saúde. Neste estudo os pesquisadores mostraram que o gel de curcumina, aplicado logo após queimaduras leves a moderadas, parece ser extremamente eficaz no alívio dos sintomas e melhoria da cicatrização da pele afetada.

Quando administrado pela boca, a curcumina é muito mal absorvida no corpo, e pode não funcionar tão bem. No entanto, o estudo mostrou que quando a substância é usada como um gel tópico, o efeito é notável. A autora do estudo acredita que a eficácia do gel de curcumina está relacionada com a sua potente atividade anti-inflamatória.

Uma enzima chave

Com base em estudos feitos tanto em laboratório como em pacientes, a chave para a eficácia da curcumina em queimaduras é a inibição de uma enzima chamada fosforilase quinase. Esta enzima em seres humanos tem muitas funções importantes, incluindo o seu envolvimento na cicatrização de feridas. A cicatrização da ferida é o processo vital que permite a cura dos tecidos depois da lesão. 

O processo passa por uma sequência de eventos inflamatórios agudos e crônicos, durante os quais há vermelhidão, inchaço e dor, muitas vezes deixando cicatrizes, no caso de queimaduras da pele. A sequência é iniciada pela liberação de fosforilase quinase cerca de cinco minutos após a lesão, que ativa mais de 200 genes que estão envolvidos na cicatrização de feridas.

* Texto escrito por Paula Hebert, aluna de mestrado em farmacologia da UFSC.

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCTribunal de Contas cobra medidas para adequar SC-401 a normas de segurança: https://t.co/ArxV8DoiKE https://t.co/CdvTPiFq8Qhá 3 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCPaixão Alvinegra: mais uma demissão no Figueirense. https://t.co/17lkt1sld7 https://t.co/xRKGCyMV52há 4 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca