Premiê britânica acusa separatistas escoceses de fazer política "como se fosse brincadeira" - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Depois do Brexit03/03/2017 | 10h20Atualizada em 03/03/2017 | 10h20

Premiê britânica acusa separatistas escoceses de fazer política "como se fosse brincadeira"

Em discurso, Theresa May afirmou que a manutenção da unidade do Reino Unido é uma "prioridade pessoal"

Premiê britânica acusa separatistas escoceses de fazer política "como se fosse brincadeira" ANDY BUCHANAN/AFP
Foto: ANDY BUCHANAN / AFP
AFP
AFP

A primeira-ministra britânica, Theresa May, acusou, nesta sexta-feira, em Glasgow, os separatistas escoceses de levar a política "numa brincadeira", e assegurou que a unidade do país "é uma prioridade pessoal". Em um discurso no congresso dos conservadores escoceses, May afirmou que o Partido Nacional Escocês (SNP), que governa a região do norte, "está focado em uma única coisa: a independência".

— O SNP faz política como se fosse uma brincadeira. Mas a política não é um jogo, e a gestão das competências transferidas para a Escócia são importantes demais para serem deixadas de lado — declarou May. — Fortalecer e manter os laços que nos unem é uma prioridade pessoal para mim — assegurou.

Leia mais
Câmara dos Lordes começa a debater lei que autoriza início do Brexit
Primeira-ministra ignora pressão e mantém visita de Trump ao Reino Unido

A líder do governo escocês e do SNP, Nicola Sturgeon, ameaçou convocar outro referendo sobre a independência — o primeiro foi realizado em setembro de 2014 — para que a Escócia não seja arrastada para fora da União Europeia.

Os escoceses votaram esmagadoramente a favor da permanência na UE no referendo de 23 de junho de 2016, mas o voto foi diluído no cenário nacional. A primeira-ministra escocesa acusa May de ser "intransigente" e ignorar a Escócia na preparação das negociações da saída da UE.

May não disse diretamente que não tolerará um segundo plebiscito sobre a independência, mas afirmou que está determinada a "reforçar" a unidade do país.

— A palavra "unionismo" é muito importante para mim. Estou determinada a garantir que, quando deixarmos a UE faremos como um único Reino Unido. A União que estou decidida a fortalecer e manter é uma que funcione para todas as pessoas da Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte — insistiu.

May acusou os nacionalistas de "distorcer a verdade" ao promover seu projeto de independência, e rejeitou que a UE seja mais importante para a Escócia do que o resto do Reino Unido.

— O que o SNP não diz é que o mercado doméstico britânico vale quatro vezes mais para as empresas escocesas.


 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCRodrigo Faraco: Alemão revela que grupo de jogadores ajudou a manter Claudinei no Avaí https://t.co/YkBXovie0v… https://t.co/0yjmQThSRZhá 31 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCMário Motta: motoristas, cuidado com os buracos ao circular pelas ruas no Santa Mônica https://t.co/l0pgD8su68… https://t.co/ksW4Ae4bBEhá 1 horaRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros