Espaço do Trabalhador: o que fazer se o FGTS não é depositado - Geral - Hora de Santa Catarina

Fica a dica!21/04/2017 | 08h20Atualizada em 21/04/2017 | 08h20

Espaço do Trabalhador: o que fazer se o FGTS não é depositado

Mais de 198 mil empresas de todo o país não depositaram corretamente o valor do FGTS de sete milhões de trabalhadores

Espaço do Trabalhador: o que fazer se o FGTS não é depositado Omar Freitas/Agencia RBS
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS
Hora de Santa Catarina
Hora de Santa Catarina

redacao@horasc.com.br

Em época de corrida às agências bancárias para sacar o saldo das contas inativas, os beneficiários podem ter uma surpresa negativa e encontrar com menos dinheiro do que deveriam. Dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional apontam que, até 2016, 198,7 mil empresas em todo o país não depositaram corretamente o valor do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de sete milhões de trabalhadores. Os números são referentes a contas ativas e inativas. No total, a dívida é de R$ 24,5 bilhões.

Muitas vezes, a irregularidade ocorre por um erro de cálculo do empregador, que deposita uma quantia, mas não a correta. O primeiro passo para o trabalhador é verificar se o depósito está ocorrendo — veja como fazer:

Guia do FGTS

* Todos os empregadores são obrigados a depositar o correspondente a 8% da remuneração do trabalhador no mês anterior.

* Os depósitos devem ocorrer mensalmente até o dia 7. Quando a data não for dia útil, o recolhimento deve ser antecipado.

O trabalhador fiscaliza

Basta tirar um extrato atualizado da conta vinculada ao Fundo de Garantia, que mostra todos os depósitos efetuados pelo empregador, mês a mês. O documento pode ser obtido em agências da Caixa com o Cartão do Trabalhador, ou a Carteira de Trabalho e o cartão ou número do PIS.

* É possível fazer isso baixando no smartphone o aplicativo do FGTS (sistemas Android e IOS).

* Outra opção é consultar o site do FGTS: www.fgts.gov.br, com o número do PIS/Pasep e uma senha, criada no site da Caixa.

* Acesse o site das contas inativas.

O trabalhador reclama

Se o fundo não foi depositado corretamente, procure o sindicato da categoria ou uma Superintendência, agência ou gerência do Ministério do Trabalho.

* Não existe prazo para a reclamação. Os documentos necessários são Carteira de Trabalho e o extrato do FGTS.

* A rede de atendimento do Ministério do Trabalho está disponível no site.

* Se a empresa não existe mais, é possível ingressar com ação trabalhista na Justiça do Trabalho.

Leia mais no Espaço do Trabalhador
Acompanhe a página Espaço do Trabalhador no Face

 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCRodrigo Faraco: desfecho previsível no caso da Chapecoense e os erros da Conmebol https://t.co/LZJp6ZsvCn… https://t.co/cdgCEH8jSehá 4 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCCâmara aprova MP que autoriza saque de contas inativas do FGTS https://t.co/UUc00ZAk7t #FGTS #contasinativas #HoraSChá 20 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros