Vereadores protocolam projeto para impedir ponto facultativo em Florianópolis - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Rafael Martini16/06/2017 | 07h00Atualizada em 16/06/2017 | 07h00

Vereadores protocolam projeto para impedir ponto facultativo em Florianópolis

Iniciativa tenta acabar com o benefício na prefeitura e Câmara de Vereadores do município

Vereadores protocolam projeto para impedir ponto facultativo em Florianópolis Leo Munhoz/Agência RBS
Foto: Leo Munhoz / Agência RBS

Vereadores Rafael Daux (PMDB) e Bruno Souza (PSB) protocolaram dois projetos que impedem a adoção do ponto facultativo na prefeitura de Florianópolis e Câmara de Vereadores. Para serem aprovados precisam de dois terços (16 votos). A medida faz todo o sentido, afinal num dia como hoje, os serviços públicos estariam funcionando normalmente.

Paladar apurado
Um grupo de deficientes visuais participou de oficinas de degustação de vinhos catarinenses na Fundação Cultural Badesc, em Florianópolis, numa parceria com a Associação Catarinense para Integração do Cego. É o segundo ano consecutivo com oficinas nesses moldes. Como no ano passado, o resultado impressionou enólogos e sommeliers. Numa das etapas, as pessoas foram convidadas a experimentar uma taça de vinho branco em temperatura ambiente, e outra com o líquido refrigerado. O vinho era o mesmo, no entanto, quase todos os 100 participantes acreditaram que as bebidas eram diferentes. Já na oficina com 10 deficientes visuais, todos indicaram que o vinho era o mesmo.

Foto: Vitor Shimomura / Divulgação

Aliás
A sommelier Márcia Maluf, que também é juíza internacional de vinhos, explicou que é muito marcante a capacidade dos deficientes visuais identificarem inclusive os defeitos que estão escondidos em um aroma mais intenso, algo complexo mesmo para quem tem experiência na área. É como se tivessem uma imensa biblioteca de aromas e gostos. Em alguns casos, a agilidade para buscar estas informações também é impressionante.

Acompanhe as últimas publicações de Rafael Martini 

Explicar a participação de Cintia Loureiro no governo é uma simples questão de transparência

Berbigão do Boca deve voltar ao Carnaval de Florianópolis em 2018 

Investigador de sequestro envolvendo bitcoins é cremado sem homenagens oficiais do Estado



 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCMário Motta: São José investe em melhorias na iluminação pública: https://t.co/mdZc6RrUnG https://t.co/ctEVHnf8CMhá 5 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCLuminárias acesas no Centro: quem paga essa conta? https://t.co/AQa3zDTyWM https://t.co/dpmOA8cWP7há 6 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca