Verde e Rosa vai contar a história do samba  - Geral - Hora de Santa Catarina

Vers?o mobile

 

Carnaval 201829/01/2018 | 10h07Atualizada em 29/01/2018 | 10h09

Verde e Rosa vai contar a história do samba 

Escola será a primeira a entrar na Passarela Nego Quirido. Conheça também os candidatos à Musa e Muso da Dascuia

Verde e Rosa vai contar a história do samba  Montagem sobre fotos de Tiago Ghizoni/Diário Catarinense
Jackson e Tahis são os candidatos a Musos da Hora pela Dascuia Foto: Montagem sobre fotos de Tiago Ghizoni / Diário Catarinense

A escola de samba Dascuia, a caçula do Carnaval de Florianópolis, será a primeira a entrar na Passarela Nego Quirido no sábado, 10 de fevereiro. E este ano, o enredo promete encantar a plateia com a história do samba desde sua origem no continente africano, passando pela Pequena África, no Rio de Janeiro, até chegar a Florianópolis e na comunidade do Morro do Céu, de onde é o patrono da escola, seu Altamiro José dos Anjos, o Dascuia, de 82 anos.

Quem narra essa história é o próprio Dascuia no samba-enredo Nas memórias de um Griot, surge sua majestade – O samba e o Reino da Pequena África. As 24 alas e os cerca de 1,2 mil integrantes pretendem contar um pouco da vida do homem mais apaixonado pelo Carnaval. A escola Dascuia nasceu como um bloco de sujos, o Bonecas da Dadá, em 2004. Em pouco tempo se transformou em escola e em 2014 foi campeã do grupo de acesso.

Faça parte 

Os apaixonados pelo samba e que sonham em desfilar na Nego Quirido podem adquirir uma das fantasias da Verde e Rosa. Para comprar é só ligar no telefone (48) 98484-7626. O valor é de R$ 50. A Liga das Escolas de Samba de Florianópolis (Liesf) também vende fantasias na loja oficial no Mercado Público, em frente ao boxe 32.

O ensaio técnico da Dascuia acontece no dia 3 de fevereiro, na Passarela Nego Quirido, a partir das 21h. Os ingressos para a grande noite de Carnaval já estão à venda pelo site Ingresso Rápido e nas Lojas Koerich. O preço para arquibancada é de R$ 40. Já os camarotes Nega Tide custam R$ 5,5 mil (para 22 pessoas) ou R$ 11 mil (para 44 pessoas).

Samba-enredo Dascuia 2018

Enredo: “Nas memórias de um Griot, surge sua majestade – O samba e o Reino da Pequena África”
Autores: Juninho Zuação, André Filosofia, Nando do Cavaco e Juliano Silva
Intérprete: Ricardo Martins

O som do batuque vai ecoar
No rufar do meu tambor... Griot, Griot
Tem que respeitar, o Morro do Céu chegou:
É Dascuia amor!

O meu nome é Altamiro José
Com muito orgulho eu sou
A luz dos meus ancestrais
Na força dos orixás, do "Semba" o divino protetor
Em Luanda ê, foi tão lindo ver
Dois jovens, uma só paixão
Bailando cheios de emoção

Ôôô... Ôôô... No lamento do negro ecoou
Um canto nagô no Tumbeiro
Escravizado pela tirania
Foi "mercadoria" no Rio de Janeiro

Reluz no olhar o Sol da Liberdade
Fez brotar em meu peito a felicidade
Fraternité, nasce um reino de Égalité
Na Praça Mauá eu vi a Nova África
Da Pedra do Sal, o ritmo do jongo foi universal
Tia Ciata se pôs a avisar
“Pelo Telefone”, o samba mandou me chamar
A bandeira da cultura com nobreza defendi e ostentei
Marcou na memória, o meu nome na história imortalizei
E hoje no "Olimpo" sou mais um bamba
Salve a majestade: O Samba!

Conheça Tahis das Neves, candidata à Musa da Hora

 Candidatos ao prêmio Muso e Musa da Hora 2018 já estão em seus lugares! Eles trocaram uma ideia com a gente e participaram de um ensaio de fotos e produção de um vídeo de cada um. Na foto: Tahis Leonor das Neves, 33 anos - Dascuia (FOTO: TIAGO GHIZONI/HORA DE SANTA CATARINA - FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA, BRASIL - 24/01/2018)
Foto: Tiago Ghizoni / Hora de Santa Catarina

Foi a irmã mais velha Laize Neves, 40 anos, quem apresentou o samba para Tahis Leonor das Neves, 33 anos. Ainda pequena, as duas participavam dos carnavais vespertinos na cidade de São José. Com apenas sete aninhos, Tahis já tinha samba no pé.

— Minha irmã foi quem me ensinou. As pessoas ficavam admiradas porque eu sambava muito bem para a minha idade — conta.

Ela viu o bloco de Carnaval do bairro, o Futsamba Josefense, transformar-se em escola e chegou a ser convidada para participar da agremiação, na época com 22 anos, mas não pode entrar por problemas pessoais. O sonho de desfilar numa escola de samba foi realizado em 2016 na Império Vermelho e Branco, de Florianópolis, quando participou da comissão de frente.

— Foi durante um ensaio técnico na avenida que eu me apaixonei completamente pelo Carnaval.

 Candidatos ao prêmio Muso e Musa da Hora 2018 já estão em seus lugares! Eles trocaram uma ideia com a gente e participaram de um ensaio de fotos e produção de um vídeo de cada um. Na foto: Tahis Leonor das Neves, 33 anos - Dascuia (FOTO: TIAGO GHIZONI/HORA DE SANTA CATARINA - FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA, BRASIL - 24/01/2018)
Foto: Tiago Ghizoni / Hora de Santa Catarina

Tahis voltou para as origens na Futsamba Josefense, mas como a escola não desfilou no ano passado, foi cedida para a Dascuia.

— Durante um ensaio da escola, o Dudu Calisto, mestre de bateria, me convidou para fazer parte da escola definitivamente — relembra.

Atualmente, Tahis faz parte da ala das passistas da Dascuia.

Conheça Jackson Santos, candidato a Muso da Hora

O samba entrou na vida de Jackson Nogueira Santos, 26 anos, quando ele ainda era criança. A mãe, dona Marilza Nogueira da Silva, 47 anos, fã de Só Pra Contrariar, Molejo e Raça Negra, proporcionou o primeiro contato do filho com a música. Desde pequeno ele tinha certeza de uma coisa: queria participar dos carnavais.

 Candidatos ao prêmio Muso e Musa da Hora 2018 já estão em seus lugares! Eles trocaram uma ideia com a gente e participaram de um ensaio de fotos e produção de um vídeo de cada um. Na foto: Jakson Nogueira Santos, 26 anos - Dascuia (FOTO: TIAGO GHIZONI/HORA DE SANTA CATARINA - FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA, BRASIL - 24/01/2018)
Foto: Tiago Ghizoni / Hora de Santa Catarina

— O samba já tá no sangue e ao longo da minha vida eu me apaixonei ainda mais e sempre tive vontade de participar de uma escola de samba — conta.

Foi então que, em 2016, Jackson foi convidado para participar da Jardim das Palmeiras, escola de São José. No ano seguinte, ele foi para a Dascuia, onde começou como passista e este ano está como coordenador da ala dos passistas.

— O Carnaval é o envolvimento de todos, é a garra e a união de todos para colocar o samba na avenida.

Concurso 

De hoje, 29, até sábado, 3 de fevereiro, a Hora apresenta os candidatos à Musa e Muso. As publicações seguem a ordem do desfile, definido pela Lief. Para votar no seu representante leve em consideração os seguintes critérios: simpatia, beleza, samba no pé e defesa da faixa. A votação começa no dia 5 de fevereiro no site da Hora.

Quem vencer a disputa online já terá 10 pontos de vantagem que serão somados com as notas dos jurados do concurso presencial no Lira Tênis Clube, no dia 8, a partir das 19h, na Rua Felipe Schmidt, 636, Centro de Florianópolis. A entrada é gratuita. 

Ordem de publicação dos candidatos:

Segunda-feira (29/1): Dascuia
Terça-feira (30/1): Nação Guarani (Palhoça)
Quarta-feira (31/1): Unidos da Coloninha
Quinta-feira (1º/2): Embaixada Copa Lord
Sexta-feira (2/2): Protegidos da Princesa
Sábado (3/2): Consulado

Leia mais:

Conheça os candidatos a Musos da Hora

Bloco de Sujos: a essência do Carnaval em Florianópolis

Bloco SOS abre inscrições para o concurso de escolha da corte do Carnaval 2018

Último dia de inscrição para trabalhar como ambulante no Carnaval 2018

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCChapecoense empata em 1 a 1 e está eliminada da Copa Sul-Americana https://t.co/Q1upCsz4Mwhá 3 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCPrevidência: o que o governo quer mudar nas regras para aposentadoria https://t.co/AHLLAETxY2há 3 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca