Protegidos da Princesa vai homenagear o Oeste catarinense e os índios na Nego Quirido  - Geral - Hora de Santa Catarina

Vers?o mobile

 

Carnaval 201802/02/2018 | 09h21Atualizada em 02/02/2018 | 09h21

Protegidos da Princesa vai homenagear o Oeste catarinense e os índios na Nego Quirido 

Escola será a penúltima a entrar na passarela. Conheça o enredo e os candidatos a Musa e Muso da Hora

Protegidos da Princesa vai homenagear o Oeste catarinense e os índios na Nego Quirido  Tiago Ghizoni/Hora de Santa Catarina
Foto: Tiago Ghizoni / Hora de Santa Catarina

A escola de samba Os Protegidos da Princesa vai para a Passarela Nego Quirido com o enredo Das terras kaingangs às terras do futuro! A agremiação vai homenagear todo o Oeste catarinense, desde o povo indígena, passando pela colonização, guerras e conflitos até as grandes festas, como o Carnaval de Joaçaba, a festa Farroupilha, e, claro, o futebol. A escola será a penúltima a entrar na avenida com 20 alas, dois carros alegóricos e 1,2 mil integrantes.

A escola do Morro do Mocotó foi fundada em 1948 por marinheiros e é a mais antiga da Ilha. Ela possui 26 títulos. A última vez que carregou o posto de campeã foi em 2015, sendo que em 2014 já tinha levado o prêmio para casa.

Faça parte

As fantasias da escola Os Protegidos da Princesa estão sendo vendidas na creche Celso Ramos, na Prainha, próximo ao Sesc/Senac, por R$ 100 ou R$ 80 na compra de duas ou mais. A loja oficial da Liga das Escolas de Samba de Florianópolis (Liesf) no Mercado Público, em frente ao boxe 32, também vende fantasias.

Já os ensaios da escola acontecem na segunda, 5, e quarta-feira, 7, na Passarela Nego Quirido, a partir das 20h30min. Os ingressos para os desfiles no dia 10 de fevereiro estão à venda pelo site Ingresso Rápido e nas Lojas Koerich. O preço para arquibancada é de R$ 40.

Samba-enredo Protegidos da Princesa 2018

Enredo: Das terras kaingangs às terras do futuro!
Autores: Jadson Fraga, Victor Alves, Christian Fonseca, Diego Bodão, Thiago Sukatinha, Marcel da Cohab, Rafael Tubino e José Carlos Beirão (enredo)
Intérprete: Alan Cardoso

"Kaingang", eu sou
A força que resistiu, a alma nativa
Quando há tempos o frio habitava
A terra guardava, a chama da vida
Descendo o rio, eu vou
A minha aldeia é a mãe natureza
Preservando as gerações
A missão dos Jesuítas trouxe uma religião
Até que a colonização veio trazer a exploração
Bandeirantes atrás de mercadorias
Um caminho cobiçado, "tratado da covardia"

Ôôô verdes campos no horizonte
Ôôô dão lugar ao apito e à fumaça
O sangue valente não sucumbiu
"Contestado" é aquele que não desistiu

Das riquezas da floresta
O braço forte da migração
O "mundo" de Maria Rosa
Forjado aos ideais de São Sebastião
A rebeldia imperou e o meu estado resistiu
Atraiu os invasores desenvolvendo o sul do Brasil
Brilhou no oeste de Santa Catarina
Seu grande valor na economia
Do campo, um futuro a prosperar
Do índio Condá, o verde esperança
Que abraça e traz força pro povo
Fazendo a Princesa sonhar de novo

É meu amor maior, a tribo do mocotó
É a resistência do samba
Vem ver o morro cantar, impondo respeito
Sou Protegidos, sou raiz, bato no peito

Conheça Ana Caroline Costa klimesch

 Candidatos ao prêmio Muso e Musa da Hora 2018 já estão em seus lugares! Eles trocaram uma ideia com a gente e participaram de um ensaio de fotos e produção de um vídeo de cada um. Na foto: Ana Caroline Costa Klimesch, 23 anos - Protegidos da Princesa (FOTO: TIAGO GHIZONI/HORA DE SANTA CATARINA - FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA, BRASIL - 24/01/2018)
Foto: Tiago Ghizoni / Hora de Santa Catarina

Foi na irmã gêmea Ana Gabriele Costa klimesch, que Ana Caroline Costa klimesch, 23 anos, se inspirou para se tornar uma passista. Moradora do Monte Cristo, na região continental de Florianópolis, a fisioterapeuta cresceu nas passarelas, em meio às alegorias, baterias e fantasias do Carnaval.

A candidata à Musa da Hora começou a sambar com seis anos, passou pela ala das crianças, ala coreografada até chegar à ala das passistas, onde tem que mostrar muito samba no pé. Por três anos ela não desfilou (2013, 2014 e 2017) por motivos de saúde. Superado os problemas, este ano, sua passagem pela avenida está garantida.

— Carnaval pra mim é um amor que não tem explicação. A gente se prepara o ano inteiro pra passar 60 minutos na avenida, que passa voando, mas a gente dá o melhor e é satisfatório.

A passista conta que toda a família é da Protegidos e garante que se não saísse pela escola, não escolheria outra para desfilar.

— A Protegidos é minha escola de coração. Quero muito representar meu pavilhão no concurso, levar esse título pra minha escola, que é a mais antiga de Florianópolis.

Conheça Leonardo Pereira Rodrigues

É no gari e passista Renato Sorriso, do Rio de Janeiro, que Leonardo Pereira Rodrigues, 18 anos, se inspira para se tornar um grande sambista de Florianópolis. O gari chama a atenção por seu samba e simpatia. Assim como o candidato ao Musdo da Hora, que atualmente é passista da escola de samba Os Protegidos da Princesa.

 Candidatos ao prêmio Muso e Musa da Hora 2018 já estão em seus lugares! Eles trocaram uma ideia com a gente e participaram de um ensaio de fotos e produção de um vídeo de cada um. Na foto: Leonardo Pereira Rodrigues, 18 anos - Protegidos da Princesa (FOTO: TIAGO GHIZONI/HORA DE SANTA CATARINA - FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA, BRASIL - 24/01/2018)
Foto: Tiago Ghizoni / Hora de Santa Catarina

Mas a vida no samba começou quando Leonardo ainda era criança. Foi a mãe, Janete Aparecida Pereira, 50, quem levou o garoto para os primeiros ensaios da escola.

— Comecei na ala das crianças, aí fui gostando, virei passista e até hoje estou na escola, onde pretendo continuar — diz.

Leonardo é estudante e morador do bairro Agronômica, em Florianópolis. Ele foi escolhido pela escola do coração para concorrer ao Muso da Hora e pretende honrar a responsabilidade.  

— Gostaria muito que todos votassem em e participassem do Carnaval de Florianópolis.

Concurso

Até o dia 3 de fevereiro, a Hora apresenta os candidatos à Musa e Muso. As publicações seguem a ordem do desfile, definido pela Lief. Para votar no seu representante leve em consideração os seguintes critérios: simpatia, beleza, samba no pé e defesa da faixa. A votação começa no dia 5 de fevereiro no site da Hora.

Quem vencer a disputa online já terá 10 pontos de vantagem que serão somados com as notas dos jurados do concurso presencial no Lira Tênis Clube, no dia 8, a partir das 19h, na Rua Felipe Schmidt, 636, Centro de Florianópolis. A entrada é gratuita.

Ordem de publicação dos candidatos:

Segunda-feira (29/1): Dascuia
Terça-feira (30/1): Nação Guarani (Palhoça)
Quarta-feira (31/1): Unidos da Coloninha
Quinta-feira (1º/2): Embaixada Copa Lord
Sexta-feira (2/2): Protegidos da Princesa
Sábado (3/2): Consulado

 Leia mais: 

Conheça os candidatos a Musos da Hora

Copa Lord vai dar um banho de fé na Passarela Nego Quirido

Coloninha vai mostrar as evoluções tecnológicas na Passarela Nego Quirido

Escola de Palhoça vai levar as descobertas através dos mapas para Nego Quirido

Verde e Rosa vai contar a história do samba


 
Hora de Santa Catarina
Busca