Dois postos da Grande Florianópolis conseguiram reabastecer, mas combustível deve durar pouco - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 

Escassez25/05/2018 | 11h16Atualizada em 25/05/2018 | 14h22

Dois postos da Grande Florianópolis conseguiram reabastecer, mas combustível deve durar pouco

Estabelecimentos receberam carga entre a noite de quinta e manhã desta sexta-feira

Dois postos da Grande Florianópolis conseguiram reabastecer, mas combustível deve durar pouco Cristiano Estrela / Diário Catarinense/Diário Catarinense
Motoristas fazem fila na Mauro Ramos para abastecer Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense / Diário Catarinense

Dois postos de combustíveis da Grande Florianópolis foram abastecidos entre a noite de quinta e manhã desta sexta-feira, 25. Um deles fica na Avenida Mauro Ramos, no Centro da Capital, que já registra longa fila de motoristas. O estabelecimento restringiu o valor máximo para o abastecimento em R$ 80 por veículo. 

De acordo com o vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Florianópolis (Sindópolis), Joel Fernandes, dois caminhões que estavam parados na rodovia, aos poucos, conseguiram chegar aos municípios de São José e Florianópolis. Eles não furaram os bloqueios dos caminhoneiros. 

Uma das carretas abasteceu um posto na Rua Joaquim Vaz, no bairro Praia Comprida, em São José, na noite de quinta, com 30 mil litros. Na manhã desta sexta, outro caminhão carregou as bombas do estabelecimento da Capital, que recebeu 20 mil litros, sendo metade de gasolina comum e outra de aditivada. Segundo Fernandes, o combustível em ambos os postos devem acabar no final do dia.

A enfermeira Natalia Munhoz, 31 anos, ficou sabendo que tinha gasolina no posto através de um grupo das redes sociais. Ela não perdeu tempo e foi correndo para o estabelecimento e, após uma hora na fila, conseguiu abastecer.

— Tudo o que posso coloca é R$ 80, mas já ajuda a rodar nos próximos dias. Achei justo o posto não aumentar os preços que vinha praticando. A gente vai se virando do jeito que dá.

Postos
Natalia Munhoz ficou uma hora na fila para abastecer o carroFoto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

O vigilante Rogerio Noronha, 49, saiu de Jurerê, no norte da Ilha, e foi até o Centro para buscar a gasolina que vai abastecer a moto. 

— Roubaram a minha gasolina ontem (quinta) e eu tive que vir de Uber até aqui para encher um galão para abastecer a minha moto — relata.

Noronha conta que precisou comprar um galão próprio para combustível, pois o que ele tinha não foi aceito pelo posto. 

Postos
Rogerio Noronha foi buscar o combustível com galãoFoto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

 Leia mais

Em dia de protestos e filas, Grande Florianópolis sente impactos do desabastecimento

Transporte público opera parcialmente em cidades de SC

Aeroporto de Florianópolis garante funcionamento normal só até sexta-feira

Procon autoriza supermercados a limitarem quantidade de produtos vendidos por cliente

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCNova campanha estimula mais cordialidade no transporte coletivo https://t.co/YpJ6h89Rxdhá 21 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCArraiá das Familinhas é uma ótima oportunidade para curtir o domingo em Floripa https://t.co/sAw0nah80Whá 1 horaRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca