Estado Islâmico mata 26 soldados sírios em ataque no deserto - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 

Beirute22/05/2018 | 12h31

Estado Islâmico mata 26 soldados sírios em ataque no deserto

AFP
AFP

Um ataque surpresa do grupo Estado Islâmico (EI) contra uma posição do regime sírio no deserto deixou, nesta terça-feira (22), 26 mortos entre as forças pró-governo - informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

"Pelo menos 26 soldados do regime e combatentes aliados foram mortos em um ataque do EI visando, ao amanhecer, a uma de suas posições no Badiya sírio", indicou o Observatório.

Entre esses mortos, estão milicianos iranianos, acrescentou o OSDH.

O Badiya sírio é um vasto deserto que se estende do centro do país até suas fronteiras orientais com o Iraque, onde ainda existem pequenos bolsões controlados pelo EI.

Segundo o diretor da ONG, Rami Abdel Rahman, o ataque teve como alvo uma pequena base ao leste da cidade antiga de Palmira, duas vezes tomada pelo EI desde o início da guerra no país há sete anos.

O ataque "começou com a explosão de um carro-bomba contra as forças do regime, que deflagrou confrontos que continuam", acrescentou.

Cinco extremistas do EI também foram mortos.

"Os combatentes do EI lançaram seu ataque de um bolsão que eles controlam no Badiya, que também é destino dos jihadistas evacuados no domingo e na segunda-feira do sul de Damasco", disse Abdel Rahman.

Na segunda-feira, as forças do governo retomaram do EI uma área controlada pelo grupo no sul da capital.

Segundo o Observatório e uma fonte militar ligada ao regime, a recuperação desse setor da capital aconteceu após a evacuação dos extremistas, de ônibus, pelo deserto.

* AFP

 
Hora de Santa Catarina
Busca