Texas executa condenado, apesar de pedido de clemência do filho da vítima - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 

Washington18/07/2018 | 07h31

Texas executa condenado, apesar de pedido de clemência do filho da vítima

AFP
AFP

O estado do Texas executou, na terça-feira (17), um condenado por homicídio, apesar do pedido de clemência formulado pelo filho de sua vítima.

Christopher Young foi declarado morto às 6h38 locais (20h38 em Brasília), disse o Departamento estadual de Justiça Criminal.

Nas últimas semanas, Mitesh Patel, filho da vítima, fez uma campanha para pedir ao governador do Texas que perdoasse Young, pai de três filhos.

Na segunda-feira, Patel visitou o condenado. Disse que o encontro foi comovente para ambos.

As últimas palavras de Young foram para a família de sua vítima: "Quero assegurar que a família Patel sabe que eu os amo, assim como eles me amam".

Em novembro de 2004, sob influência de álcool e drogas, Young atirou em Hasmukh Patel, de 50 anos, gerente de um supermercado de San Diego. Também foi condenado por ataque sexual a uma mulher nesse mesmo dia.

Ex-membro de uma gangue violenta, Young garantiu que não teve a intenção de matar Hasmukh Patel. Uma câmera de segurança registrou o assassinato.

Uma das filhas de Christopher Young suplicou às autoridades texanas que não executassem seu pai, mas a comissão encarregada de conceder indultos descartou o pedido.

O Texas é o estado americano onde mais se executam condenados. Desde o início do ano, sete foram mortos por sentenças judiciais.

* AFP

 
Hora de Santa Catarina
Busca