Comércio de SC prevê aumento de 10% nas vendas no Dia das Crianças - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 

Economia11/10/2018 | 08h38Atualizada em 11/10/2018 | 08h38

Comércio de SC prevê aumento de 10% nas vendas no Dia das Crianças

Movimento no comércio deve triplicar nesta quinta-feira, pois é comum consumidores deixarem para a última hora a compra de presentes

O Dia das Crianças promete ser uma boa oportunidade para aquecer o comércio antes do Natal. Os lojistas catarinenses estão otimistas e acreditam em um crescimento nas vendas de até 10% em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC).

 FLORIANÓPOLIS, SC, BRASIL, 14:14: Dia das Crianças e economia. Foto dA Inês Steckl, 30 anos. (Foto: Diorgenes Pandini/Diário Catarinense)Indexador: Diorgenes Pandini
Para economizar, Inês Steck foi às compras sem levar os netosFoto: Diorgenes Pandini / Diário Catarinense

Apesar da boa expectativa, as lojas devem estar preparadas, pois os consumidores estão atentos ao orçamento e pretendem pesquisar mais. É o que diz a Pesquisa de Intenção de Compras realizada pela Fecomércio-SC em sete cidades do Estado. Segundo os dados, 76,8% dos consumidores vão pesquisar preços para garantir o melhor custo/benefício.

Ainda de acordo com a entidade, a média de gastos com presentes deve ser de R$ 189,28, um aumento de 4,6% em relação a 2017, que foi de R$ 180,92. Os brinquedos lideram esta lista, com 51,1%, seguidos por roupas (31,2%) e calçados (5,4%). Os eletrônicos aparecem em quarto lugar com 4,6% das compras.

Lojistas estão otimistas 

O movimento do comércio nas ruas de Florianópolis começou a aumentar no início desta semana e deve triplicar até esta quinta-feira, véspera de feriado. É o que espera o comerciante Nivaldo França, proprietário de uma loja de brinquedos no Centro. Segundo ele, a expectativa é que as vendas aumentem em, pelo menos, 5% em relação ao ano anterior.

– Até agora as vendas estão correspondendo a esta expectativa, mas vamos ver o que vai acontecer, porque o pessoal sempre deixa para última hora.

Sandra Patricia Vicente, gerente de outra loja de brinquedos e utilidades, diz que também acredita no crescimento das vendas e que a empresa apostou na variedade de brinquedos e nos preços para atrair clientes de todos os bolsos.

– Não temos um cálculo ainda, até porque o ano passado foi muito ruim, mas entre terça e quinta esperamos um fluxo bom de vendas. Este ano inovamos na variedade, investimos em produtos com valor agregado e produtos mais baratos para competir com o mercado e a crise – diz.

 FLORIANÓPOLIS, SC, BRASIL, 14:14: Dia das Crianças e economia. Foto da Viviane ferreira Silva, 42 anos. (Foto: Diorgenes Pandini/Diário Catarinense)Indexador: Diorgenes Pandini
Viviane Ferreira Silva pesquisou na internetFoto: Diorgenes Pandini / Diário Catarinense

Pesquisa e parcelamento

Eliane Ferreira Arreal, 30 anos, se antecipou e já comprou o presente da filha, a pequena Valentina Arreal Flores, de um aninho. Ela escolheu um tablet para a menina ver os desenhos favoritos durante as viagens da família. Mas antes de comprar, bateu perna atrás de preços mais atraentes. Depois que achou o mais em conta, parcelou em cinco vezes. Aliás, 23,3% dos consumidores da Capital pretendem parcelar as compras de Dia das Crianças, segundo a Fecomércio. A maioria, 47,3%, quer mesmo é pagar à vista.

– Parcelei porque tive que comprar outros acessórios e nisso foram uns R$ 500, que dividi em leves prestações de R$ 100 – brinca Eliane.

A fisioterapeuta Viviane Ferreira Silva, 42, fez uma pesquisa pela internet e também em uma loja física antes de comprar os presentes para a filha de oito anos e dois afilhados. Como encontrou o melhor preço, não deixou para a última hora.

– Geralmente eu compro pela internet, mas dessa vez o preço estava mais barato na loja física. Já me antecipei para garantir os presentes – conta.

A dona de casa Rosângela Camargo Tossulino, 57, apostou nos jogos de tabuleiro para os três netos. Segundo ela, há presentes para todos os gostos e bolsos, mas é preciso procurar.

– Eles adoram os jogos e quebra-cabeças, que são mais educativos e fogem um pouco dos celulares. O meu neto de cinco anos até tem celular, mas é muito controlado.

Já dona Inês Steck, 60, adotou uma boa estratégia para economizar e encontrar o melhor presente para os netos. Ela conta que saiu com as crianças um dia antes para saber o que cada um gostaria de ganhar, mas a compra só foi feita no dia seguinte, sozinha, e de acordo com as possibilidades financeiras dela.

– Ainda estou achando os brinquedos caros, mas estou pesquisando para encontrar o melhor preço.

A estratégia de não levar as crianças para comprar os presentes é uma boa dica para economizar. Segundo a pesquisa da Fecomércio, 74,6% dos catarinenses afirmaram que não vão levar os pequenos na hora das compras.

 FLORIANÓPOLIS, SC, BRASIL, 14:14: Dia das Crianças e economia. (Foto: Diorgenes Pandini/Diário Catarinense)Indexador: Diorgenes Pandini
Foto: Diorgenes Pandini / Diário Catarinense

Presente para todos os bolsos

Para que a criançada não fique sem presente neste Dia das Crianças, a Hora traz algumas dicas de brinquedos com preços de até R$ 200:

— Slime: A meleca que não gruda e não suja a roupa é o campeão de vendas. Valor: entre R$ 8 e R$ 30.

— Pokémon de pelúcia: Queridinhos da criançada, tanto meninos quanto meninas. Valor: em média R$ 50.

— Cartinhas Pokémon: Outro preferido dos pequenos. Valor: entre R$ 5 e R$ 150, dependendo da quantidade de cartas.

— Jogos de tabuleiro: Há dois anos voltaram a ter boas vendas. Segundo o comerciante Nivaldo França, no ano passado as vendas aumentaram em 50% e esse devem se manter. Valor: entre R$ 50 e R$ 200.

— Bola: Tradicional. Valor: entre R$ 5 e R$ 40.

— Boneca: Vai desde as bonecas básicas até aquelas que falam, choram e até soltam lágrimas. Valor: entre R$ 6 e R$ 150

— Bicicleta: outro presente tradicional. Valor: em média R$ 120.

Leia as últimas notícias da Grande Florianópolis

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCLutadora de São José vai disputar Pan-Americano de Kickboxing no México. https://t.co/ro29jZpDzJhá 29 segundosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCColégio de Coqueiros realiza mostra científica para a comunidade. https://t.co/Kw66pjUjpwhá 30 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca