Governo espanhol anuncia ações legais após o voto no Parlamento catalão - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 

Madri11/10/2018 | 18h09

Governo espanhol anuncia ações legais após o voto no Parlamento catalão

AFP
AFP

O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, disse nesta quinta-feira (11) que seu Executivo tomará medidas legais depois que o Parlamento catalão aprovou uma resolução que condena o rei Felipe VI e pede a abolição da monarquia.

Os partidos separatistas e a formação de esquerda e anti-independentista "En Comú Podem" votaram a favor da resolução, que condena a "intervenção (do monarca) no conflito catalão" e pede "a abolição de uma instituição caduca e antidemocrática como é a monarquia".

A figura do rei Felipe VI provoca divisão na Catalunha desde o discurso que pronunciou em outubro de 2017 denunciando a tentativa de secessão desta região do nordeste da Espanha.

Até agora, Pedro Sánchez tem atuado com cuidado no que se refere à Catalunha, enquanto negocia com o presidente regional, Quim Torra, para tentar acalmar a situação após os acontecimentos do passado.

Nesta quinta, entretanto, classificou em um tuíte de "inadmissível a resolução votada esta tarde no Parlamento da Catalunha que pretende rechaçar e condenar o chefe de Estado".

"Este governo adotará as medidas legais a seu alcance em defesa da legalidade, da Constituição, das instituições do Estado", acrescentou, sem especificar quais serão as medidas.

Em um comunicado, o governo espanhol acrescentou que a resolução "é produto da deriva dos grupos separatistas que, inexplicavelmente, contaram com o apoio de outro grupo parlamentar".

E considerou uma "irresponsabilidade (...) utilizar as instituições catalãs para incentivar o conflito e não para servir aos interesses gerais de todos os catalães".

* AFP

 
Hora de Santa Catarina
Busca