Mais de 20 animais comunitários já foram cadastrados em Florianópolis - Geral - Hora de Santa Catarina

Vers?o mobile

 
 

Mundo animal25/10/2018 | 13h32Atualizada em 25/10/2018 | 13h32

Mais de 20 animais comunitários já foram cadastrados em Florianópolis

Mais de 20 animais comunitários já foram cadastrados em Florianópolis Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

Desde que a lei que cria e regulamenta a figura do animal comunitário entrou em vigor, em agosto deste ano, mais de 20 animais comunitários já foram cadastrados pela Diretoria de Bem-Estar Animal (Dibea) de Florianópolis. Os animais, mesmo sem ter dono definido e único, são mantidos pela comunidade, ganham comida, casinha, proteção e carinho dos moradores locais.

Com a nova lei, esses animais ganham a proteção jurídica e têm preferência nos atendimentos clínicos prestados pela Dibea. Segundo a diretora do departamento, Fabrícia Rosa Costa, todas as segundas-feiras à tarde uma equipe da Dibea vai até as comunidades para fazer o cadastro dos animais. Durante a primeira visita é feita identificação do animai, que passa por um atendimento clínico, ganha um microchipe e, caso não seja castrado, já entra para a fila de cirurgia. 

No local onde vive o animal, a Dibea identifica com plaquinhas explicando, com base na lei, que aquele é um cão comunitário e pedindo para que as pessoas não abandonem os animais, o que é considerado um crime ambiental. 

— Estamos nos adequando a lei, indo nas comunidades para saber realmente onde tem esses cães e se são comunitários, para termos uma real análise da situação — diz Fabrícia.

Segundo ela, as visitas são agendadas conforme o contato dos moradores. Até o momento já foram cadastrados cerca de 20 animais, sendo a maioria no bairro Ingleses, no norte da Ilha. Mais 15 visitas já estão agendadas para os próximos dias. Fabrícia acredita que em até dois meses será possível ter um levantamento total dos animais comunitários existentes em Florianópolis.

Leia mais

Cães e gatos de rua ganham mais proteção em Florianópolis

Lei de Florianópolis torna crime deixar cachorro acorrentado ou sempre preso

Confira onde castrar seu bichinho de graça na Grande Florianópolis

 
Hora de Santa Catarina
Busca