México permite entrada de centenas de migrantes retidos em ponte na fronteira - Geral - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

 

Tecún Uman 23/10/2018 | 01h25

México permite entrada de centenas de migrantes retidos em ponte na fronteira

AFP
AFP

O México permitiu na noite desta segunda-feira a entrada em seu território de centenas de migrantes hondurenhos que estavam retidos em uma ponte na fronteira com a Guatemala e que integravam a caravana que pretende chegar aos Estados Unidos, informou uma autoridade migratória.

Foi permitida a passagem "porque a chancelaria (mexicana) pediu que não ficassem expostos ao tempo e sofrendo com as inclemências do clima", disse à AFP o comissário de Migração Gerardo García.

ONGs guatemaltecas avaliaram que o grupo retido na ponte era formado por cerca de 400 pessoas, enquanto outros milhares de migrantes entraram no México por outros acessos.

"Esta noite há a possibilidade de fazermos um primeiro pré-registro e caminhamos para isto", comentou García enquanto passava ao lado mexicano da ponte.

Com um altofalante na mão, o embaixador do México na Guatemala, Luis López, se encarregou pessoalmente da entrada dos hondurenhos no território mexicano.

Ao passar da linha divisória da fronteira, os hondurenhos foram recebidos por funcionários da autoridade migratória mexicana do posto de Ciudad Hidalgo, cidade vizinha à guatemalteca Tecún Umán.

"Obrigado, Guatemala!" - gritaram os migrantes ao entrar em Ciudad Hidalgo, reconhecendo o apoio e a solidariedade dos guatemaltecos que lhes proporcionaram comida, água e cobertores durante a travessia.

"Tiveram permissão para entrar porque vão fazê-lo em ordem e aceitar todas as condições que receberão no transcurso desta noite. A ideia é que não ficassem mais sob tais condições" desumanas, disse à AFP Luis López.

O grupo na ponte faz parte da caravana que partiu no dia 13 de outubro de San Pedro Sula, no norte de Honduras, rumo aos Estados Unidos.

Uma segunda caravana, com mais de mil hondurenhos, saiu no domingo e deve chegar a Tecún Umán nos próximos dias.

* AFP

 
Hora de Santa Catarina
Busca