Vizcarra nega acusações de que planeja golpe de Estado no Peru - Geral - Hora de Santa Catarina

Vers?o mobile

 

Lima11/10/2018 | 20h54

Vizcarra nega acusações de que planeja golpe de Estado no Peru

AFP
AFP

O presidente do Peru, Martín Vizcarra, negou nesta quinta-feira que queira dar um golpe de Estado, em resposta a denúncias vindas do Congresso por um setor da oposição conservadora.

"Ninguém no Peru, salvo alguns poucos políticos, está pensando na possibilidade de um golpe de Estado, que descartamos categoricamente", disse Vizcarra a jornalistas na região Moquegua, sul do país.

"Rechaçamos qualquer insinuação", afirmou o presidente.

Congressistas do Força Popular (direita) e da ala conservadora do partido social-democrata Aprista afirmam que o governo tem um plano para dissolver o Congresso e intervir no Ministério Público para remover a procuradoria-geral, com quem Vizcarra tem batido de frente.

A bancada "aprista denuncia que o Executivo prepara um projeto de lei para reorganizar o Ministério Público, violando sua autonomia constitucional e criando uma Junta Transitória de Procuradores para nomear a dedo o novo Procurador-Geral da República Transitório", denunciou o congressista Jorge del Castillo através de sua conta no Twitter.

O objetivo dessa intervenção, segundo os denunciantes, seria frear as investigações em curso que podem prejudicar o atual presidente e seu antecessor, Pedro Pablo Kuczynski, entre outros partidários.

* AFP

 
Hora de Santa Catarina
Busca