Soldado americano morre no Afeganistão - Geral - Hora de Santa Catarina

Vers?o mobile

 
 

Cabul24/11/2018 | 08h12

Soldado americano morre no Afeganistão

AFP
AFP

Um soldado americano morreu neste sábado no Afeganistão, anunciou a Otan, o que eleva a nove o número de militares desta nacionalidade falecidos no país desde o início do ano.

A Otan não revelou as circunstâncias da morte do soldado, o segundo americano a perder a vida em novembro no Afeganistão.

Mas a notícia foi divulgada em um contexto marcado pelos chamados "ataques internos", executados por membros das forças militares ou de segurança afegãs, que são treinadas ou assessoradas por tropas estrangeiras.

No dia 3 de novembro, o major americano Brent Taylor, pai de sete filhos, foi assassinado a tiros em um aparente "ataque interno".

Outros dois ataques similares aconteceram em outubro nas províncias de Herat e de Kandahar. Nesta última, o general Scott Miller, comandante das forças americanas e da Otan no Afeganistão, escapou ileso de um atentado que matou um chefe de polícia local.

Mais de 2.220 soldados americanos morreram no Afeganistão desde o início da guerra em 2001.

Quase 14.000 militares dos Estados Unidos permanecem no Afeganistão. O país tem o maior contingente da missão da Otan destinada a respaldar o exército afegão.

* AFP

 
Hora de Santa Catarina
Busca