Sinsej diz que números da Prefeitura de Joinville indicam ser possível o reajuste - Jornal Hora de Santa Catarina - polícia, futebol, entretenimento e notícias da Grande Florianópolis

Versão mobile

01/06/2011 | 09h17

Sinsej diz que números da Prefeitura de Joinville indicam ser possível o reajuste

Dados apresentados pelo secretário agradaram ao presidente do Sindicato dos Servidores

— Estamos mais convencidos de que a Prefeitura tem condições de nos dar o aumento.

Foi com esta frase que o presidente do Sindicato dos Servidores de Joinville (Sinsej), Ulrich Beathalter, definiu a sensação dos servidores depois da audiência pública de terça-feira à tarde, na Câmara, sobre o balanço do primeiro quadrimestre de 2011 do Executivo. Mesmo em reformas, o plenário da casa esteve cheio para o encontro, onde o secretário da Fazenda, Flávio Martins Alves, apresentou os números.

Ulrich tomou a palavra depois de todo mundo e lembrou da situação da Prefeitura no ano passado.

— Na época, a folha de pagamento representava 52% do orçamento e, mesmo assim, houve aumento. Agora, o secretário nos confirmou que hoje está em 47% e, historicamente, a tendência é sempre baixar no decorrer do ano —, disse Ulrich.

O percentual, por sinal, foi o ponto mais polêmico do encontro. Segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal, o orçamento deve comprometer no máximo 54% para a folha de pagamento. O limite que liga o sinal de alerta é de 51,3%.

A alegação da Prefeitura para não comprometer mais o orçamento é que, aumentando o salário, prejudicaria ações como a manutenção de vias.

— A gente sabe que a cidade merece outros investimentos —, disse Alves.

— Acreditamos no aumento do repasse no ICMS. Hoje recebemos cerca de 9,4% do Estado e podemos chegar até a 9,95% em janeiro. Cada 0,01% a mais representa cerca de R$ 700 mil por mês —, explica o secretário sobre a proposta de 8% de reajuste oferecido a partir de 2012.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

30/05/2011 | 08h52

Servidores abrem quarta semana de greve em Joinville

Prefeitura acredita que o não pagamanto dos dias parados vai desmobilizar greve; Sinsej espera reação contrária

20/05/2011 | 09h

Servidores da Prefeitura de Joinville que estão em greve terão desconto na folha de pagamento

Quem não compareceu ao trabalho por causa da greve vai receber até 12 dias de descontos no próximo pagamento

11/05/2011 | 09h20

Greve dos servidores continua sem previsão de negociação em Joinville

Prefeitura afirmou que só começará uma negociação se a greve acabar

10/05/2011 | 08h30

Greve em Joinville deixa postos de saúde fechados e PAs só para casos graves

O primeiro dia de greve dos servidores públicos contou com o apoio de funcionários da Saúde, impactando no atendimento na rede

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCAtleta infantil do #Figueirense e mãe morrem em acidente na BR-282, em Rancho Queimado: https://t.co/OgBdPlDZ2u… https://t.co/wXIsJPZEAghá 14 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCDá para o #Avaí pensar grande contra o Flamengo, diz @RodrigoFaraco: https://t.co/qM16PqHN8U #HoraSC https://t.co/d6rELWmnaVhá 33 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros