Catarinenses terão tratamento com remédio para prevenir HIV a partir de setembro - Jornal Hora de Santa Catarina - polícia, futebol, entretenimento e notícias da Grande Florianópolis

Versão mobile

População alvo14/07/2017 | 16h41Atualizada em 14/07/2017 | 16h52

Catarinenses terão tratamento com remédio para prevenir HIV a partir de setembro

Projeto será implementado em oito estados e medicação será voltada para homens que fazem sexo com homens e mulheres transsexuais e travestis

Catarinenses terão tratamento com remédio para prevenir HIV a partir de setembro Reprodução/Reprodução
Mediamento para ser usado antes da exposição ao vírus Foto: Reprodução / Reprodução
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Um novo método para reduzir o risco de transmissão do vírus HIV começa a ser implantado no país. Um projeto vai fornecer o medicamento que ajuda na prevenção ao HIV e é indicado para pessoas não infectadas, mas que estejam em situação de vulnerabilidade ao vírus. A partir de setembro, 3 mil pessoas em oito Estados brasileiros, incluindo Santa Catarina, devem começar a receber os antirretrovirais. O projeto Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (ImPrEP) foi desenvolvido pelo Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). 

O Ministério da Saúde vai doar os antirretrovirais para os estados do Amazonas, de Pernambuco, da Bahia, de São Paulo, do Rio de Janeiro, Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. 

De início, o projeto irá atender 7,5 mil pessoas não infectadas do Brasil, México e Peru. Os remédios antirretrovirais serão administrados todos os dias para evitar a contaminação. Segundo a diretora do INI/Fiocruz, Valdiléia Veloso, o público-alvo da medida são homens que fazem sexo com homens e mulheres transsexuais e travestis. 

A duração do projeto será de três anos, com a participação de instituições de ensino e pesquisa dos três países e financiamento de US$ 20 milhões da Unitaid, uma iniciativa global sem fins lucrativos que atua no incentivo de novos métodos para prevenção, diagnóstico e tratamento de HIV/Aids, tuberculose e malária.

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC) diz que ainda não tem mais informações sobre como irá funcionar o projeto e quantos catarinenses serão atendidos. Uma reunião está marcada em Brasília, nos dias 22 e 23 de agosto, para abordar a implementação da PrEP no SUS, informa a Dive-SC.

Florianópolis está entre as primeiras cidades a oferecer o PrEP 

A estratégia de prevenção ao HIV com medicamentos foi incorporada ao Sistema Único de Saúde (SUS) em maio deste ano e estará disponível nos serviços de saúde até o final de 2017, conforme o prazo estabelecido.

Inicialmente, a estratégia será implantada em 12 municípios e, gradativamente, será expandida para todo o país. As primeiras cidades a oferecer o medicamento serão: Porto Alegre; Curitiba; São Paulo; Rio de Janeiro; Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Manaus, Brasília, Florianópolis, Salvador e Ribeirão Preto. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda, desde 2012, a oferta da pré-exposição para casais soro diferentes, gays; homens que fazem sexo com homens; profissionais do sexo e pessoas transgêneros (travestis e transexuais), consideradas populações-chaves. 

Leia também:

Novo medicamento contra HIV será oferecido pelo SUS

Situação dos medicamentos para HIV será regularizada até final do mês em SC, diz Secretaria da Saúde

Santa Catarina recebe 9,2 mil doses de vacina pentavalente 

Santa Catarina soma 204 casos graves de gripe A neste ano

Meningite: saiba sobre se prevenir contra os diferentes tipos da doença


 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCLava-Jato: Quem são os condenados pelo juiz Moro que o TRF4 absolveu https://t.co/2tf3WbLFzC #LavaJato #HoraSC https://t.co/17l7F2pMzfhá 9 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCKits para diagnóstico de brucelose humana estão em falta há um mês em Santa Catarina https://t.co/85JxfHeg7x… https://t.co/RDOdb6UZLshá 10 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros