Maduro acusa partido de Leopoldo López de planejar sequestro - Jornal Hora de Santa Catarina - polícia, futebol, entretenimento e notícias da Grande Florianópolis

Versão mobile

 

Caracas23/02/2018 | 01h15

Maduro acusa partido de Leopoldo López de planejar sequestro

AFP
AFP

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, acusou nesta quinta-feira o Vontade Popular, partido do líder opositor Leopoldo López, de planejar o sequestro do ex-presidente do Banco Central Nelson Merentes.

"Capturamos um grupo do partido terrorista Vontade Popular no norte da cidade de Caracas (...) preparando o sequestro e um atentado contra a vida" de Merentes, disse Maduro em um vídeo transmitido pelo Facebook.

O presidente acrescentou que duas pessoas - que não identificou - estão presas.

Merentes dirigiu o Banco Central em duas ocasiões durante a era chavista (2009-2013 e 2014-2017).

Maduro vinculou a tentativa de sequestro à retirada da coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) das eleições presidenciais de 22 de abril, nas quais tentará a reeleição.

"Se os partidos de direita anunciam que não concorrerão, o que farão? Golpe de Estado?, Terrorismo? - questionou o presidente socialista.

A MUD qualificou na quarta-feira as próximas eleições de "simulação fraudulenta e ilegítima".

Leopoldo López, condenado em 2014 a 13 anos e 9 meses de prisão por instigar à violência durante protestos contra Maduro que deixaram 43 mortos, cumpre atualmente prisão domiciliar.

* AFP

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCDazaranha lança CD e DVD gravado com a Camerata Florianópolis com show https://t.co/2aoxZj6l3xhá 6 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCA Seleção brasileira está quase classificada? O que falta para a vaga? https://t.co/f4l8BTuhkVhá 7 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca