Menino de 13 anos é morto a facadas por outro adolescente em Palhoça - Polícia - Hora

Vers?o mobile

 
 

Crime21/05/2014 | 15h46Atualizada em 21/05/2014 | 21h04

Menino de 13 anos é morto a facadas por outro adolescente em Palhoça

Segundo investigação da Polícia Civil, os jovens teriam saído juntos em direção ao Rio Cubatão

Um menino de 13 anos foi encontrado morto por volta das 10h desta quarta-feira próximo ao Rio Cubatão, na Guarda do Cubatão, em Palhoça. De acordo com a Divisão de Investigação Criminal (DIC) da cidade, Leandro Berns foi morto a facadas por um outro adolescente, de 17 anos, com histórico de problemas psiquiátricos.  

Foto divulgada no perfil do Facebook da escola de Leandro:
50%

Segundo o investigador Rangel Truppel, da DIC, os dois jovens teriam saído juntos em direção ao rio na tarde de terça-feira, e o rapaz de 17 anos assassinou o vizinho com ao menos oito facadas na região do tórax e pescoço:

— O rapaz confessou para um tio ontem mesmo o que tinha feito, e encontramos as roupas dele com muito sangue, além das garrafas de bebida — disse.

Truppel destaca que todos os elementos mostram que Leandro foi morto já na noite de terça-feira, entre 19h e 20h, antes mesmo da mãe ter registrado um boletim de ocorrência informando do desaparecimento do filho.

O suspeito foi levado para a Delegacia de Proteção à Criança e o Adolescente (DPCAMI) onde confessou o crime perante a delegada Marcela Goto. No final da tarde ele foi levado para o Fórum de Palhoça em audiência, onde a Promotoria da Vara da Infância e Juventude decidiu pela internação do menor em hospital psiquiátrico. Até surgir uma vaga o jovem deve permanecer na DPCAMI de Palhoça.

No histórico do jovem havia um boletim de ocorrência contra ele por ameaçar uma adolescente que era atendida no Centro de Atenção Psicossocial de Florianópolis, onde ele fazia tratamento.

O corpo do jovem morto foi liberado pelo IML na noite desta quarta-feira. O velório está marcado para a mesma noite, na Servidão Virgílio Izidoro Pedro, na casa dos pais de Leandro.

Comunidade escolar está abalada

Na Escola Básica Professora Antonieta Silveira de Souza, onde Leandro estudava, a comunidade escolar está abalada. A secretária Celina Oliveira da Silva contou que os colegas foram dispensados das aulas e estão fazendo cartazes para homenagear o amigo.

— Nossa comunidade é pequena, e todos se conhecem. O Leandro sempre foi um menino tranquilo, nunca incomodou. É uma perda muito grande para todos — lamentou.
Na página da internet da escola no facebook foi postada uma mensagem de luto:

A Escola Básica Professora Antonieta Silveira de Souza hoje amanheceu triste. A notícia do desaparecimento do aluno Leandro Berns nos deixou sem chão. Agora, a triste confirmação de seu falecimento. Perdemos uma criança, um anjo, um ser ingênuo que tinha um futuro pela frente. E a você, Leandro, o nosso agradecimento por ter alegrado nossas manhãs com sua simplicidade. Não existe partida para aqueles que permanecerão eternamente em nossos corações. Que Deus acalente sua alma e conforte o coração de seus pais Francisco e Maristela. A E. B. Profª Antonieta Silveira de Souza está em LUTO.

HORA DE SANTA CATARINA

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCProjeto de lei que pede detectores de metais em escolas da Capital é protocolado https://t.co/GakQuEAWT3há 1 horaRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCAeroportos de Joinville e Navegantes estão em estudo para concessão https://t.co/seSjWNWnoehá 1 horaRetweet

Veja também

Hora de Santa Catarina
Busca