Pela internet ele dizia ser mulher, mas farsa foi descoberta e homem é preso em flagrante em Chapecó - Polícia - Hora

Versão mobile

Falso perfil09/07/2016 | 14h37Atualizada em 10/07/2016 | 08h24

Pela internet ele dizia ser mulher, mas farsa foi descoberta e homem é preso em flagrante em Chapecó

Como o relacionamento começou a esfriar, rapaz decidiu pedir os presentes de volta para a suposta namorada 

Pela internet ele dizia ser mulher, mas farsa foi descoberta e homem é preso em flagrante em Chapecó Reprodução/Arquivo Pessoal
Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal
Ângela Bastos

Dizem que o papel aceita tudo. A internet também. Pelo menos até que uma farsa seja descoberta e o sujeito vá preso. É o que aconteceu com um rapaz de 21 anos, preso em flagrante nesta sexta-feira, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. O suspeito fingiu ser mulher e começou um namoro que lhe rendeu juras de amor no mundo digital, presentes como notebook e celular e até cartão de banco para retirar dinheiro da conta.

Tudo aconteceu até o dia que a paixão perdeu força. A partir de então, era hora de pedir os presentes de volta. Foi o que o homem de 22 anos contou para a Polícia Militar, explicando ter conhecido a suposta mulher pelo Facebook e iniciado um relacionamento virtual que durou alguns meses.  A suposta namorada aceitou devolver os mimos, mas exigiu R$ 1 mil em troca dos equipamentos.

Para evitar constrangimento, "ela" tratou de explicar: quem iria entregar os presentes e receber o dinheiro era seu irmão.  O encontro foi marcado às 10h de sexta-feira, em uma rua do Bairro Efapi.  O rapaz se disse ameaçado pelo então cunhado e decidiu pedir ajuda para a polícia. Um veículo foi até o local e fez o flagrante. 

No momento da troca, o provável irmão foi detido com o celular que a vítima havia presenteado. Mas faltava o notebook. A PM, então, foi até a casa da família para pegar o computador. Lá, ele confessou que a irmã não existia e que havia criado um perfil falso para 'faturar'. O rapaz foi preso e levado à Central de Plantão Policial de Chapecó. Deve responder pelo crime de extorsão.

As autoridades policiais alertam: é preciso tomar cuidado com relacionamentos virtuais. O homem usava fotografias de uma mulher considerada bonita para se fazer passar pela namorada. O perfil era constantemente atualizado. Como nem sempre ela estava em casa, os presentes eram recebidos por um homem que se apresentava como sendo o tal irmão da namorada farsante.

Leia as últimas notícias do Diário Catarinense


 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros